A questão da autonomia estudantil na formação em saúde

DSpace Repository

A- A A+

A questão da autonomia estudantil na formação em saúde

Show full item record

Title: A questão da autonomia estudantil na formação em saúde
Author: Azevedo, Giordano de
Abstract: Esta dissertação, debate a relação entre saúde e educação dentro da formação de profissionais da área da saúde, focando no ponto da promoção de autonomia dos estudantes e a relação ensino, democracia e autoritarismo. Definindo autonomia a partir do conceito de democracia natural do trabalho de Wilhelm Reich e da articulação teórica deste autor com Alexander Neil, tem por objetivo analisar a promoção de autonomia estudantil dentro da universidade em seu contexto neoliberal, usando como base o relato da vivência de estudantes do CCS/UFSC . O conceito de autonomia definido a partir de Reich, abarca características coletivas, sociais se entrelaçando com a determinação social do processo saúde doença, além de agregar sobretudo um caráter emocional, baseando-o no conceito de democracia natural do trabalho de Wilhelm Reich. Com entrevistas semiestruturadas em profundidade, é analisado de forma qualitativa as vivências de estudantes, discutindo a visão dos estudantes sobre o conceito, a importância dele, as contradições presentes dentro da estrutura universitária relacionadas a promoção ou não de autonomia a partir de situações democráticas e autoritárias relatadas pelos estudantes. Como resultado dessas relações vemos uma universidade pautada na lógica neoliberal, voltada para promoção de valores como individualidade, autoritarismo por si, competitividade. Não ajustadas as funções racionais da vida do amor natural, trabalho vitalmente necessário e a ciência natural. Causando diversos empecilhos para os estudantes através de práticas e estruturas reprodutoras de um autoritarismo irracional.Abstract : This dissertation discusses the relationship between health and education inside health professional qualification, focusing on the point of promoting student autonomy and the interaction of teaching, democracy and authoritarianism. Defining autonomy through the concept of natural work democracy descript by Wilhelm Reich and the theoretical articulation of Reich and Alexander Neil has the purpose of analysing student autonomy promotion inside the university in its neoliberal context, using reports from CCS-UFSC students as basis. Autonomy concept, defined by Reich, encompasses collective and social characteristics intertwining with social determination of health-disease process, in addition to an emotion character, basing on Reich s natural work democracy concept. Using in-dept semi-structured interviews, experiences of students are analyzed in a qualitative manner, discussing student s view about the concept, the importance of it and the contradictions inside the university structure related to the promotion of autonomy or not from democratic and authority situations related by interviewed students. As a result of these relations, it has an university based on neoliberal logistics, focused for the promotion of values as individuality, authoritarianism and competitivity. Not adjusted as the rational functions of life in natural love, work as a vital need and natural science, it causes lot of obstacles for students through a structure that replicates irrational authoritarianism.
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2018.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/198904
Date: 2018


Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account

Statistics

Compartilhar