Efeitos da suplementação de cafeína na natação: desempenho em 50m e durante o exercício intervalado

DSpace Repository

A- A A+

Efeitos da suplementação de cafeína na natação: desempenho em 50m e durante o exercício intervalado

Show full item record

Title: Efeitos da suplementação de cafeína na natação: desempenho em 50m e durante o exercício intervalado
Author: Serpa, Marília Cavalcante
Abstract: A cafeína é uma substância muito usada no meio esportivo a fim de melhorar a performance e/ou reduzir a fadiga. Tem sido estudado seu efeito ergogênico em diferentes modalidades e em diferentes tipos de exercício, como os de força, os de curta duração (até 2 minutos), os de longa duração (tempo limite e contrarrelógio) e intervalados. Contudo, ainda não estão claras suas ações em cada tipo de exercício. Nessa perspectiva, a presente pesquisa teve como objetivo analisar os efeitos agudos da suplementação de cafeína no desempenho de 50m e durante exercício intervalado de 10 x 200m de nado crawl. Dez nadadores treinados (27 ± 10,08 anos; 82,7 ± 13,60 kg; 178,5 ± 6,1 cm; 11,9 ± 7,3 de %G) completaram uma repetição de 200m e de 400m máximos para cálculo da velocidade crítica (VC) através da inclinação da reta de regressão linear entre as distâncias e os tempos obtidos. De modo randomizado e duplo cego completaram em dias distintos (cafeína 300mg ou placebo) uma performance de 50m máximos, seguida de uma série intervalada de 10 x 200m (1ª à 5ª na intensidade referente a VC e 6ª à 10ª intensidade livre) com medidas de força (antes, durante e após). A análise estatística foi realizada por meio do teste t-student para amostras pareadas na comparação entre as médias e a ANOVA de medidas repetidas foi aplicada para comparar os momentos (condição x tempo). Empregou-se o nível de significância de 5%. Os resultados demonstraram que a cafeína versus o placebo foi capaz de melhorar a performance nos 50m (28,18 ± 1,31s vs 28,70 ± 1,21s; p=0,004) e da série intervalada (158,68 7,67s vs 160,93 7,04s). Em relação aos 50m, não foi revelada interação condição-tempo quanto as concentrações de lactato sanguíneo [La] (p=0,435) e de força (p=0,304). Na série de treino (1ª à 10ª repetições), foi demonstrado uma diferença significante entre cafeína e placebo para as médias de [La] (7,84 ± 1,67 mmol.L-1 vs6,99 ± 1,63 mmol.L-1; p=0,03), PSE (5,08 ± 1,27 UA vs 5,67 ± 1,46 UA; p<0,001), FB (29,72 ± 3,19 ciclos.min-1 vs 29,01 ± 3,01 ciclos.min-1; p=0,04) e CB (2,41 ± 0,38 m.ciclo-1vs 2,49 ± 0,30 m.ciclo-1, p= 0,03). Também não houve diferenças significantes entre as duas condições para as médias de força (15,37 ± 1,83 kgf vs 15,20 ± 2,11 kgf; p=0,26), porém apresentou diferença estatística entre os momentos após a suplementação (16,70 ± 1,52 kgf vs 15,99 ± 1,62 kgf; p=0,008). Nas duas condições a FB aumentou e o CB diminuiu entre a análise da primeira e décima repetições, porém a cafeína foi capaz de proporcionar uma menor diferença de CB (cafeína ?=4,18% vs placebo ?=7,08). Portanto, nossos resultados sugerem que a cafeína melhora o desempenho de natação, podendo diminuir a PSE, aumentar a glicólise e alterar os parâmetros de braçada do nado crawl de forma mais eficiente.Abstract : Caffeine is a substance widely used amongst athletes in order to improve performance and / or reduce fatigue. Its ergogenic effect has been studied in different modalities and types of exercise, such as strength, short duration (until to 2 minutes), long duration (time to exhaustion and time trial) and interval exercise. However, its mechanism proposed in each type of exercise are not yet clear. From this perspective, the present research aimed to analyze the acute effects of the caffeine supplementation in the performance of 50 meters and during interval exercise of 10 x 200m of crawl swimming. Ten trained swimmers (27 ± 10.08 years, 82.7 ± 13.60 kg, 178.5 ± 6.1 cm, 11.9 ± 7.3 Fat %) performed all out efforts of 200m and 400m to determine the critical swim speed (CS) through the slope of the linear regression line between distances and times obtained. In randomized and double-blind trials the subjects completed a 50-m performance on separate days (with caffeine 300mg or placebo), followed by a set of 10 x 200m (1st to 5th intervals with intensity of CS and 6th to 10th intervals with self paced) with force measurement (before, during and after the trials). Statistical analysis was performed using the t-student test for paired samples in the comparison between the average scores and the ANOVA for repeated measures was applied to compare the moments (time x condition). The level of significance was set at 5%. The results showed that caffeine versus placebo was able to improve the time in the 50m (28.18 ± 1.31s vs. 28.70 ± 1.21s; p = 0.004) and of the interval exercise (158,68 7,67s vs 160,93 7,04s). In relation to 50m no condition-time interaction was reported for blood lactate concentration [La] (p = 0.435) and strength (p = 0.304). In the training series (1th to 10th bouts) a significant difference between caffeine and placebo was shown for the average values of [La] (7.84 ± 1.67 mmol.L-1 vs 6.99 ± 1.63 mmol.L-1; p = 0.03 P <0.001), SR (29.72 ± 3.19 cycles.min-1 vs 29.01 ± 3.01 cycles.min-1, p = 0.04) and SL (2.41 ± 0.38 m.cyclo-1 vs 2.49 ± 0.30 m.cyclo-1, p = 0.03). There were also no significant differences between the two conditions for the average measured strength (15.37 ± 1.83 kgf vs 15.20 ± 2.11 kgf, p = 0.26), but a statistical difference between the moments after supplementation was showed (16.70 ± 1.52 kgf vs. 15.99 ± 1.62 kgf, p = 0.008). In both conditions the SF increased and the SL decreased between the analysis of the first and tenth repetitions, but caffeine was able to provide a smaller difference of SL (caffeine ? = 4.18% vs placebo ? = 7.08%). Therefore, our results suggest that caffeine improves swimming performance and may decrease PSE, increase glycolytic pathway, and change crawl swim stroke parameters more efficiently.
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Florianópolis, 2018.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/198867
Date: 2018


Files in this item

Files Size Format View
PGEF0508-D.pdf 2.057Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account

Statistics

Compartilhar