Uso de revestimento a base de fécula de mandioca sob a qualidade de ovos caipiras armazenados em temperatura ambiente

DSpace Repository

A- A A+

Uso de revestimento a base de fécula de mandioca sob a qualidade de ovos caipiras armazenados em temperatura ambiente

Show simple item record

dc.contributor Universidade Federal de Santa Catarina pt_BR
dc.contributor.advisor Moraes, Priscila
dc.contributor.author Espíndola, Mariane Heloísa de Matos
dc.date.accessioned 2019-04-05T19:52:46Z
dc.date.available 2019-04-05T19:52:46Z
dc.date.issued 2018-11-12
dc.identifier.uri https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/194859
dc.description TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Agrárias. Curso de Zootecnia. pt_BR
dc.description.abstract ESPÍNDOLA, Mariane Heloísa de Matos. Uso de revestimento a base de fécula de mandioca sob a qualidade de ovos caipiras armazenados em temperatura ambiente. 2018. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Zootecnia. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2018. O revestimento dos ovos tem por finalidade aumentar a vida de prateleira, formando barreiras para evitar perdas e as trocas gasosas entre o meio interno e externo. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade de ovos de galinhas caipiras durante o armazenamento em temperatura ambiente e revestidos por diferentes níveis de fécula de mandioca. Foram utilizados 255 ovos com peso médio de 64,1 ± 1,19 obtidos no Setor de Postura do Laboratório de Avicultura do Departamento de Zootecnia e Desenvolvimento Rural – UFSC. Os ovos foram revestidos por uma solução com fécula de mandioca nos níveis de 1, 3 e 5%, mais um tratamento controle (sem a adição de revestimento), totalizando 4 tratamentos. Os ovos permaneceram armazenados por um período de 28 dias e foram analisados aos 0, 7, 14, 21 e 28 dias de armazenamento em temperatura ambiente (19-24ºC). As variáveis estudadas foram perda de peso, altura do albúmen, unidade Haugh, índice de gema, peso da clara, peso da gema, pH da gema e da clara. O delineamento experimental foi inteiramente ao acaso, distribuído em um arranjo fatorial 4 x 4+1, com 4 níveis de inclusão (0, 1, 3 e 5%) e armazenamento por 4 períodos (7, 14 e 21 e 28 dias) com 12 repetições. Os dados obtidos foram submetidos ao teste de variância ao teste de Tukey. Ao final dos 28 dias de armazenamento, ovos sem revestimento ou com 1% de fécula apresentaram a maior perda de peso, respectivamente, 4,02 % e 3,97%, enquanto com 3% (3,17) e 5% (2,22%) mitigaram a perda de peso (P <0,001). Ovos revestidos com 3 e 5% de fécula apresentaram maior altura de albúmen e unidade Haugh (P <0,001). O revestimento com 5% de fécula foi eficiente durante o armazenamento, mantendo o percentual de gema (P<0,05) e de clara (P<0,05) por 21 dias. O pH da clara foi menor para os revestimentos com 3 e 5% de fécula quando comparado com 1% e sem revestimento (<0,0001). Em conclusão, o uso dos níveis de 3 e 5% de fécula de mandioca melhoraram a qualidade interna dos ovos durante o armazenamento e pode ser uma alternativa eficaz para aumentar a vida de prateleira de ovos de galinhas caipiras. pt_BR
dc.format.extent 48 f. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Florianópolis, SC pt_BR
dc.title Uso de revestimento a base de fécula de mandioca sob a qualidade de ovos caipiras armazenados em temperatura ambiente pt_BR
dc.type TCCgrad pt_BR


Files in this item

Files Size Format View
MARIANE HELOÍSA DE MATOS ESPÍNDOLA - 2018.2.pdf 1.407Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account

Statistics

Compartilhar