Bases epistemológicas no campo da pesquisa em educação de jovens e adultos no Brasil

DSpace Repository

A- A A+

Bases epistemológicas no campo da pesquisa em educação de jovens e adultos no Brasil

Show full item record

Title: Bases epistemológicas no campo da pesquisa em educação de jovens e adultos no Brasil
Author: Abreu, Anderson Carlos Santos de
Abstract: Este estudo discute as bases epistemológicas presentes no campo da pesquisa emEducação de Jovens e Adultos no Brasil. Em vista disso, discutir sobre o que sejambases epistemológicas é referir-se a tudo que serve de apoio ao conhecimento. Emsentido mais amplo, é o elemento metódico e reflexivo do saber, de sua organização,de seu desenvolvimento, de seu funcionamento e de seus produtos intelectuais. Poresse motivo, por via de análises documentais, esta tese privilegia mapear as produçõesacadêmicas sobre o tema em questão, identificar as bases epistemológicas que vêmfundamentando as pesquisas sobre EJA e analisar os conflitos e/ou os possíveisdiálogos dessas bases epistemológicas no processo de constituição da EJA como áreade conhecimento. Uma vez que tratar a respeito das bases epistemológicas da EJAimplica compreender o que chamamos hoje de EDUCAÇÃO DE JOVENS EADULTOS, isso porque, desde de sua ascensão à modalidade da Educação Básica,esta não é percebida como área de conhecimento pelos intelectuais da área daeducação, seja por não entenderem qual a sua relação social e epistemológica, ou,então, por achá-la, apenas, como uma simples modalidade de ensino voltada parapessoas que não tiveram oportunidade ou acesso, por algum motivo, ao ensino quandocrianças e jovens. Concebendo isso, assumem-se como fundamentação teórica para aconstrução do método e o escopo desta tese as contribuições de Aristóteles (1961;2014), Kosik (1976); Chauí (2001; 2002; 2005) Laffin (2015) e Moraes (2003; 2009).Para situar o que seja área de conhecimento, os estudos de Langridge (1976; 1977) eKosik (1976). Quanto ao aprofundamento e estudos sobre epistemologia, os escritosGreco & Sosa (1999), Aristóteles (1961; 2014) e Tesser (1994). E, por fim, em relaçãoà análise das bases epistemológicas da EJA, as pesquisas de Galbraith (1998; 1999). Atese sustentada neste trabalho de doutoramento é considerar a EJA como uma área deconhecimento e pesquisa para a educação, visto que ela apresenta uma estruturateórica e sistemática de conhecimentos produzidos, com a finalidade de proporcionardiferentes bases epistemológicas, as quais culminam para a efetiva consolidação ereconhecimento da Educação de Jovens e Adultos como área de conhecimento e,portanto, de pesquisa, extensão e ensino.Abstract : This study discusses the epistemological bases present in the field of research in Youthand Adult Education in Brazil. In view of this, to discuss what epistemological basesare is to refer to everything that serves as support for knowledge. In the broadestsense, it is the methodical and reflective element of knowledge, its organization, itsdevelopment, its functioning and its intellectual products. For this reason, by means ofdocumentary analyzes, this thesis privileges to map the academic productions on thesubject in question, to identify the epistemological bases that have been underpinningthe research on EJA and to analyze the conflicts and/or the possible dialogues of theseepistemological bases in the process of constitution of the EJA as an area ofknowledge. Since dealing with the epistemological basis of the EJA impliesunderstanding what we now call EDUCATION OF YOUNG PEOPLE ANDADULTS, since from its ascent to the modality of Basic Education, it is not perceivedas an area of knowledge by the intellectuals of the education field, either because theydo not understand their social and epistemological relationship, or because they find itonly as a simple modality of teaching directed to people who did not have theopportunity or access for some reason to teaching as children and young people.Conceiving this, it is assumed, as theoretical foundation for the construction of themethod and the scope of this thesis, the contributions of Aristoteles (1961, 2014),Kosik (1976); Chauí (2001; 2002; 2005) Laffin (2015) and Moraes (2003; 2009). Tocontextualize what is an area of knowledge, the studies of Langridge (1976; 1977) andKosik (1976). As for the theoretical deepening and studies on epistemology, thewritings of Greco & Sosa (1999), Aristotle (1961; 2014) and Tesser (1994). And,finally, in relation to the analysis of the epistemological bases of EJA, the researchesof Galbraith (1998, 1999). The thesis sustained in this doctoral work is to considerEJA as an area of knowledge and research for education, since it presents a theoreticaland systematic structure of knowledge produced, with the purpose of providingdifferent epistemological bases, which culminate for the effective consolidation andrecognition of Youth and Adult Education as an area and knowledge and, therefore,research, extension and teaching.
Description: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2018.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/194190
Date: 2018


Files in this item

Files Size Format View
PEED1332-T.pdf 9.123Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account

Statistics

Compartilhar