Características da violência física em mulheres adultas notificadas em Santa Catarina- 2008 a 2014.

DSpace Repository

A- A A+

Características da violência física em mulheres adultas notificadas em Santa Catarina- 2008 a 2014.

Show full item record

Title: Características da violência física em mulheres adultas notificadas em Santa Catarina- 2008 a 2014.
Author: Maciel, Marciane Gonçalves
Abstract: A violência contra a mulher é um grave problema de saúde pública e acarreta diversos prejuízos à saúde das mulheres impactando seu bem estar físico e psicológico.O reconhecimento e entendimento desta problemática é importante para que sejam subsidiadas ações que contribuam o enfrentamento e acolhimento das mulheres em situação de violência nas instituições de saúde. Desse modo, este estudo teve como objetivos: descrever a prevalência de violência física notificadas em mulheres adultas no estado de Santa Catarina; identificar o perfil das mulheres adultas que sofreram violência física; identificar o perfil do possível autor da violência. Trata-se de um estudo ecológico, de caráter descritivo de série temporal com dados secundários de notificação de violência física cadastrados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação – SINAN, do estado de Santa Catarina. Fizeram parte deste estudo notificações de violência física contra mulheres adultas de 20 a 59 anos, notificadas no período de 01 de janeiro de 2008 a 31 de dezembro de 2014. Tendo como critério de exclusão as notificações de violência física contra mulheres de 60 anos e mais, não residentes em Santa Catarina. Os dados foram analisados por meio da estatística descritiva em frequência simples e proporção (%) segundo variáveis de exposição. Utilizou-se o programa estatístico Stata (Stata Corp College Station, Estados Unidos) versão 13.0 As informações tiveram a confidencialidade e os resultados seguiram o rigor científico da investigação. Desta forma foram respeitados os preceitos éticos propostos pela resolução 466/2012 do Conselho Nacional de saúde (CNS). Este tipo de estudo dispensou a avaliação de comitê de ética em pesquisa por tratar-se de banco de dados secundário. Em Santa Catarina foram notificadas 11.360 casos de violência física contra mulheres no período de 2008 a 2014, sendo a maioria delas jovens na faixa etária de 20-29 anos (37,73%), brancas (84,16%), possuindo escolaridade de 5-8 anos de estudos (37,83%), casadas ou em união consensual (57,05%). As mulheres sofreram violência física por agressor único parceiro íntimo (48,33%), estando sob suspeita do uso de álcool 41,39%, as agressões ocorreram no domicílio 74,96%, o principal meio de agressão cometido contra elas foi a força corporal ̸ espancamento 70,28%. O estudo revelou elevados números de violência física contra mulheres notificadas em Santa Catarina. Portanto, evidencia-se a importância de os profissionais de saúde estarem sensibilizados e capacitados para identificarem as situações de violência para assim realizarem uma abordagem adequada.
Description: TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Enfermagem.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/191416
Date: 20-11-20


Files in this item

Files Size Format View
TCC Repositório (1).pdf 790.9Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account

Statistics

Compartilhar