Desempenho agronômico e adaptativo e divergência genética de populações de milho local derivadas de MPA1 em processo de melhoramento genético

DSpace Repository

A- A A+

Desempenho agronômico e adaptativo e divergência genética de populações de milho local derivadas de MPA1 em processo de melhoramento genético

Show full item record

Title: Desempenho agronômico e adaptativo e divergência genética de populações de milho local derivadas de MPA1 em processo de melhoramento genético
Author: Gonçalves, Gabriel Moreno Bernardo
Abstract: O milho (Zea mays L.) apresenta grande importância na economia mundial e de Santa Catarina. É um dos componentes principais na cadeia produtiva de aves e suínos e matéria prima para as agroindústrias. No Oeste Catarinense, variedades crioulas e locais de milho apresentam vários usos na alimentação das famílias rurais, além do valor cultural e do uso alternativo para artesanatos. A instabilidade do mercado do milho tem feito com que se perca espaço para a soja. Entre os principais custos de produção do milho está a semente. Muitas vezes o uso de sementes de alta tecnologia não se justifica em sistemas de baixa tecnologia. A proposta de produção de uma variedade local partiu de entidades locais do município de Anchieta/SC, e após avaliação de desempenho agronômico, adaptativo e nutricional, a população MPA1 foi eleita a mais promissora para inicio de um trabalho de melhoramento participativo coordenado pelo NEABio. O melhoramento de MPA1 foi iniciado em 2004, a partir de uma modificação na metodologia de seleção recorrente de famílias de meio-irmãos. Após dois ciclos de seleção recorrente, os materiais foram avaliados nos anos de 2010 e 2011 quanto a atributos fenotípicos, e pouco progresso na redução de altura e incremento no rendimento foi observado. Em 2012, foram obtidos os cruzamentos da população MPA1-C1 com a Piranão VD2, portadora do gene braquítico br2, seguida de um retrocruzamento com MPA1-C1, em 2013, dando origem às populações MPA1-F2 e MPA1-RC1F2. A população original (MPA1-C0), as populações resultantes dos dois ciclos de seleção recorrente modificado (MPA1- C1 e MPA1-C2), e das combinações com Piranão VD2 (MPA1-F2 e MPA1- RC1F2) foi avaliada em dois locais (Florianópolis e Anchieta), juntamente a variedade SCS155 – Catarina, da EPAGRI (testemunha). O rendimento de grãos, em t ha-1, a altura média de planta, e relação da altura média de espiga e a altura média de planta (AE/AP) foram as variáveis usadas nas análises de variância por local e conjunta. Foi estimada a distância Euclidiana entre as populações e a distância ambiental entre os dois locais. Os tratamentos não apresentaram diferença significativa para as variáveis P e AP em ambos os locais, apresentando diferença apenas para a relação AE/AP no município de Anchieta. MPA1-C1, MPA1-C2 e Catarina apresentaram os melhores desempenhos. Não houve interação G x E para as variáveis avaliadas. O estudo de distância Euclidiana entre as populações gerou um dendograma de similaridade genética, colocando em ordem de distância as populações MPA1-C0, MPA1-C1 e MPA-C2, e as populações MPA1-F2, MPA1-RC1F2, em agrupamentos separados da variedade Catarina. A distância ambiental apresentou correlação positiva em um grau médio, demonstrando baixa divergência entre os dois ambientes e reforçando os resultados da ausência de interação G x E.
Description: TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Curso de Agronomia.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/104407
Date: 2013-07-03


Files in this item

Files Size Format View Description
Gabriel Moreno Bernardo Gonçalves.pdf 4.945Mb PDF View/Open PDF

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account

Statistics

Compartilhar