A dimensão do contrato psicológico como acordo das expectativas do indivíduo nas relações de trabalho na organização

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

A dimensão do contrato psicológico como acordo das expectativas do indivíduo nas relações de trabalho na organização

Mostrar registro completo

Título: A dimensão do contrato psicológico como acordo das expectativas do indivíduo nas relações de trabalho na organização
Autor: Migliorini, Mariceia Aparecida
Resumo: O objetivo deste trabalho é investigar de que maneira ocorre o contrato psicológico como acordo das expectativas do indivíduo nas relações de trabalho na organização. O percurso do estudo seguiu pela delimitação das expectativas em indicadores que envolvem a vivência organizacional, social e emocional e por componentes como autonomia, motivação e relações sociais. O estudo utilizou-se dos conceitos do processo de socialização em que o indivíduo sabe valorizar, o que fazer, como pensar, para onde ir ou reagir, objetivando ser guiado para o desenvolvimento das relações sociais de trabalho, sustentadas pela aprovação social. A integração em equilíbrio vem representada por condições facilitadoras que impliquem o bem-estar do colaborador quanto ao alcance daquilo que ele busca como pessoa, como profissional, como ser social. A metodologia desta pesquisa foi a utilização de um aporte teórico, um inventário sobre contrato psicológico e uma entrevista semidiretiva. Como resultado, foi proposta a aplicação do Grupo Operativo-Psicossocial visando renegociar e mediar o processo de reflexão do grupo de colaboradores para uma adaptação ativa à realidade mediante uma leitura crítica, facilitando rupturas e descristalizando as expectativas distorcidas da dimensão organizacional, social e emocional em um novo prisma de visão. This work aims to investigate how the psychological contract occurs as an agreement of the individual expectancies in the work relations in the organization. This study followed the expectancy delimitation in indicators which involve the organizational, social and emotional living, and having components such as autonomy, motivation and social relations. This study used concepts of the socialization process where the individual knows how to appreciate what to do, how to think, where to go or react, trying to improve the development of social relations at work supported by the social approval. The facilitator conditions represent the balanced integration that leads to the welfare of the worker as well as to reach what the worker searches for as a person, professional, as a social being. A theoretical support about social contract, an inventory and a semi-directive interview were used as the survey methodology. As a result, the use of an Operative-Psychosocial Group was proposed in order to renegotiate and take the reflective process of the worker group for an active adaptation to the reality through a critical reading, making ruptures easier and changing the wrong expectancies of the organizational, social and emotional dimensions leading to a new point of view.
Descrição: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/101931
Data: 2005


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
224572.pdf 1.738Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar