Um arcabouço para o aprendizado de redes colaborativas de organizações: uma abordagem baseada em aprendizagem organizacional e gestão do conhecimento

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Um arcabouço para o aprendizado de redes colaborativas de organizações: uma abordagem baseada em aprendizagem organizacional e gestão do conhecimento

Mostrar registro completo

Título: Um arcabouço para o aprendizado de redes colaborativas de organizações: uma abordagem baseada em aprendizagem organizacional e gestão do conhecimento
Autor: Loss, Leandro
Resumo: Atualmente organizações de todos os tamanhos e setores têm buscado aumentar a eficiência produtiva e a qualidade dos seus serviços para poder sobreviver no mercado cada dia mais competitivo. Uma alternativa que vem ganhando destaque, principalmente para as pequenas e médias empresas, é de trabalhar colaborativamente, formando alianças estratégicas através de Redes Colaborativas de Organizações (RCOs). Todavia, estas redes ainda não estão suficientemente preparadas para absorver e utilizar todo o conhecimento gerado por elas. Acredita-se que as RCOs podem aprender e utilizar o seu conhecimento em todos os seus níveis operacional, tático e estratégico e terem condições de aumentar a sua capacidade competitiva. Esta tese propõe um arcabouço baseado em Aprendizagem OrgaIronnizacional (AO) e Gestão do Conhecimento (GC) que visa dar condições às RCOs aprenderem com os seus casos de sucesso e até mesmo com as suas falhas. O arcabouço é dividido em três elementos chamados: (a) elemento organizacional, (b) elemento tecnológico e (c) elemento humano. As questões tratadas sob o escopo do elemento organizacional têm por objetivo criar conhecimento tácito e explícito, bem como difundir o conhecimento entre os membros da RCO. O elemento tecnológico visa trazer ferramentas computacionais para dar suporte e agilizar o processo de aprendizagem da rede. Para tal, adota-se uma ferramenta para encontrar conhecimento explícito na forma de documentos não estruturados e outra para explorar o conhecimento potencial embebido nas bases de dados das RCOs. Finalmente, o elemento humano, que busca criar um ambiente propício para a troca de conhecimento e o estabelecimento da confiança entre os diversos parceiros das RCOs. Conseqüentemente, a combinação destes três elementos em conjunto com as práticas de AO e GC, formam o arcabouço para dar suporte ao aprendizado das RCOs dando a elas condições de utilizar o seu conhecimento. A verificação da consistência do arcabouço proposto foi feita através de um cenário de uso, testes com ferramentas implementadas e pela investigação com profissionais da área de RCOs.
Descrição: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica.
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/89625
Data: 2007


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
247323.pdf 6.349Mb PDF Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar