Envolvimento do fator de transcrição NF-kB e da glutationa na resistêncioa à apoptose induzida por compostos antimicrotúbulos em células linfoblásticas leucêmicas

DSpace Repository

A- A A+

Envolvimento do fator de transcrição NF-kB e da glutationa na resistêncioa à apoptose induzida por compostos antimicrotúbulos em células linfoblásticas leucêmicas

Show full item record

Title: Envolvimento do fator de transcrição NF-kB e da glutationa na resistêncioa à apoptose induzida por compostos antimicrotúbulos em células linfoblásticas leucêmicas
Author: Souza, Nicéia Mara Almeida de
Abstract: A leucemia linfoblástica aguda (LLA) é uma desordem maligna resultante da proliferação clonal de células progenitoras linfóides de linhagem T ou B. Conforme os protocolos de tratamento multicentro Berlin-Frankfurt-Münster (BFM), em torno de 80% das crianças diagnosticadas com LLA entram em remissão completa. No entanto, o tratamento de pacientes adultos com LLA, tem demonstrado modestas melhorias nas últimas duas décadas, devido à resistência apresentada pelos linfoblastos leucêmicos à quimioterapia, o que resulta na persistência à doença ou em recaída e, finalmente, causa a morte do paciente. Apenas 40% de pacientes adultos com leucemia linfoblástica aguda (LLA) entram em remissão completa com a terapia de indução hiper-CVAD (hiperciclofosfamida, vincristina, adriamicina, dexametasona). Vários estudos demonstraram que drogas antimicrotúbulos, que afetam a polimerização e despolimerização da tubulina, têm atividade citotóxica na LLA. Em trabalhos anteriores demonstramos que o taxol é citotóxico para células de linhagem linfoblástica leucêmica de origem humana (CEM) e murina (L-1210). Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi investigar o envolvimento da atividade do NF-kB e dos níveis de glutationa na resistência à apoptose induzida por compostos antimicrotúbulos, taxol e vincristina, e comparar a depleção dos níveis de GSH com a atividade da bomba de efluxo MRP, em células de linhagem de leucemia linfoblástica aguda humana. Os resultados demonstraram que tanto o taxol como a vincristina induziram a apoptose de maneira concentração-dependente em células CEM, porém, o taxol foi mais citotóxico do que a vincristina. Além disso, apenas o taxol depletou os níveis de GSH de maneira significante e inibiu a atividade do NF-kB, mesmo quando em associação com a ciclofosfamida. Esses resultados sugerem que o efeito citotóxico do taxol nas células CEM é mais eficaz do que o da vincristina pois, além de ter diminuído os níveis de glutationa intracelular, inibiu a atividade da MRP e impediu o restabelecimento dos níveis normais de GSH, através da inibição da atividade do NF-kB.
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-graduação em Ciências Médicas
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/88246
Date: 2006


Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar