Acolhimento no espaço das relações na unidade de terapia intensiva

DSpace Repository

A- A A+

Acolhimento no espaço das relações na unidade de terapia intensiva

Show full item record

Title: Acolhimento no espaço das relações na unidade de terapia intensiva
Author: Nascimento, Eliane Regina Pereira do
Abstract: O estudo identificou ruídos e linhas de fuga no espaço das relações entre trabalhadores de enfermagem e familiares dos doentes internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), como subsídios para o desenvolvimento de tecnologias do tipo leve. O trabalho foi baseado nas concepções sobre tecnologia de Merhy (1997) e nas de diálogo de Paterson & Zderad (1979). A pesquisa se caracteriza como qualitativa do tipo Convergente Assistencial. A apreensão dos dados foi realizada na UTI de um hospital público, na região sul, junto aos trabalhadores e familiares dos doentes, por meio de entrevista, observação participante e discussão de grupo. As informações deram origem a onze discursos que foram denominados cenas, tais como: os familiares ficam perdidos e assustados; a enfermagem evita os familiares; os familiares vistos como incômodo; os trabalhadores de nível médio percebem não ter condições emocionais e preparo para cuidar dos familiares; do aconchego da família à propriedade instituída; o significado da família; a espera por informação, dentre outras. Estas cenas foram construídas em torno das idéias centrais das informações levantadas. Cada cena representa a compilação das partes essenciais e da idéia central dos discursos dos participantes, ou seja, consiste de uma síntese da compilação de todas as falas e observações, de modo a construir as cenas como se fossem o discurso de uma só pessoa. Os ruídos identificados, na sua maioria, apontaram para o distanciamento entre trabalhadores e familiares, e as linhas de fuga implicaram na conscientização dos trabalhadores de que a clientela da UTI consiste do paciente, dos familiares e significantes outros.Implicaram também na conscientização da necessidade de expandir o paradigma de visão individual, centrado principalmente no biológico, para um paradigma com enfoque também no espaço de relações, incluindo nesse espaço tecnologias de acolhimento aos familiares.
Description: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/86482
Date: 2003


Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar