Sistemas silvipastoris em Imaruí-SC: a construção de um sonho comum

DSpace Repository

A- A A+

Sistemas silvipastoris em Imaruí-SC: a construção de um sonho comum

Show full item record

Title: Sistemas silvipastoris em Imaruí-SC: a construção de um sonho comum
Author: Visbiski, Vivieny Nogueira
Abstract: A principal preocupação que motivou este trabalho foi a necessidade que os agricultores participem como sujeitos da pesquisa e extensão rural. Trabalhos anteriores realizados pela UFSC em Imaruí-SC permitiram conhecer alguns aspectos da realidade do Município, onde as principais atividades econômicas desenvolvem-se no setor agropecuário, e permitiram conhecer também a expectativa de um grupo de agricultores em relação aos sistemas silvipastoris (SSPs). Diante deste contexto, delineou-se uma dissertação de mestrado onde o principal objetivo foi caracterizar a utilização da abordagem participativa, avaliando sua eficácia como uma ferramenta para a valorização do saber local e construindo, a partir da integração entre os saberes dos agricultores e da equipe da Universidade os sistemas silvipastoris (SSPs). Buscou-se também identificar que critérios orientariam os agricultores neste processo de construção. O trabalho, que utilizou como referencial metodológico a abordagem participativa, foi realizado com a Associação dos Agropecuaristas de Imaruí. As etapas do trabalho de campo foram: a identificação de grupos de interesse na área da pesquisa; a seleção de informações secundárias sobre os locais onde será realizada a pesquisa, sobre aspectos ecológicos, socioeconômicos e culturais; a preparação da interface do agricultor; as entrevistas, questionários e oficinas para a realização do diagnóstico da situação socioeconômica dos agricultores da Associação e a construção do desenho dos SSPs. As etapas de implantação, acompanhamento e avaliação dos SSPs estão sendo realizadas em um projeto de extensão delineado pela mesma equipe que colaborou em parte do trabalho de campo desta dissertação. A maior parte das famílias da Associação desenvolve suas atividades em propriedades com até 20 ha, e, além da agropecuária, utiliza outras fontes de renda, principalmente a aposentadoria e o trabalho fora da propriedade. A pecuária é uma das atividades mais importantes no grupo estudado, mas passa por problemas no manejo da pastagem e na produtividade do rebanho. Assim, o SSP, que pode proporcionar melhorias no agroecossistema pastagem, torna-se uma importante referência. Os agricultores fizeram uma avaliação positiva da mediação através da abordagem participativa, principalmente no seu objetivo de construir um novo sistema de produção com a participação da comunidade. Um agricultor disponibilizou a sua propriedade para a implantação do SSP. Este agricultor inicialmente declarou que não gostaria de ter mais atividades em sua propriedade por dificuldades de mão de obra, mas teve uma mudança de postura com a participação nas oficinas. Como fatores positivos do SSP, os agricultores apontaram os benefícios ecológicos e as possibilidades de gerar renda adicional. Como fatores limitantes para a incorporação do SSP, os agricultores apontaram a necessidade de proteger as árvores do gado e o longo prazo para obter resultados.
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas.
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/86113
Date: 2003


Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar