Associação entre sensibilidade aos antiinflamatórios não esteroidais (SAINE) e sensibilização ao ácaro de estocagem G.Domesticus. implicação no diagnóstico clínico de SAINE

DSpace Repository

A- A A+

Associação entre sensibilidade aos antiinflamatórios não esteroidais (SAINE) e sensibilização ao ácaro de estocagem G.Domesticus. implicação no diagnóstico clínico de SAINE

Show full item record

Title: Associação entre sensibilidade aos antiinflamatórios não esteroidais (SAINE) e sensibilização ao ácaro de estocagem G.Domesticus. implicação no diagnóstico clínico de SAINE
Author: Porto, Nadia Maria Hallack
Abstract: Apesar de vários relatos de que a sensibilização aos ácaros de estocagem está associada à sensibilidade aos antiinflamatórios não esteroidais, não dispomos de estudos estabelecendo uma correlação inversa. Para determinar em que condições a sensibilidade aos antiinflamatórios não esteroidais (SAINE) pode ser prevista pela presença de sensibilização aos ácaros de estocagem, realizamos um estudo observacional transversal de que participaram cem pacientes voluntários, que buscavam atendimento no ambulatório de alergia do Hospital Universitário da UFSC, entre setembro de 2002 e maio de 2003. Estes pacientes foram randomicamente selecionados e depois estratificados em SAINE e não SAINE. Todos foram submetidos à avaliação clínica e entrevista com a aplicação da escala Porto-Lima, desenvolvida para identificar a presença de SAINE. Em seguida, foram realizados testes cutâneos com aeroalergenos, farinhas e ácaros de estocagem. Buscando determinar o mais significativo modelo preditor de SAINE, foi feita a análise de regressão (stepwise) para cada extrato alergênico. Os testes para Glycyphagus domesticus, Blomia kulagini, Dermatophagoides farinae, Aleuroglyphus ovatus e Tyrophagus putrescentiae mostraram uma associação estatisticamente significante com SAINE (p<0,05). O extrato alergênico para G. domesticus mostrou ser o único com valor preditivo para o diagnóstico de SAINE, assim como uma pontuação igual ou maior que 9 (nove) na escala Porto-Lima (p<0,05 na curva ROC). Com a metodologia empregada, observamos que o teste cutâneo para G. domesticus e um valor alto na escala Porto-Lima mostraram ter valor preditivo no diagnóstico de sensibilidade aos antiinflamatórios não esteroidais neste grupo seleto de pacientes estudados.
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-graduação em Ciências Médicas
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/84648
Date: 2003


Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar