Eros propiciando a compreensão da sexualidade das enfermeiras

DSpace Repository

A- A A+

Eros propiciando a compreensão da sexualidade das enfermeiras

Show full item record

Title: Eros propiciando a compreensão da sexualidade das enfermeiras
Author: Labronici, Liliana Maria
Abstract: Trata-se de uma pesquisa qualitativa de abordagem fenomenológica hermenêutica fundamentada no pensamento do filósofo Maurice Merleau-Ponty e do sociólogo Michel Maffesoli, que teve como objetivo compreender como a sexualidade se manifesta no cotidiano das enfermeiras na dimensão pessoal, profissional e social. Foram realizadas no período de março a abril de 2001, 20 entrevistas gravadas com enfermeiras de instituições hospitalares e de ensino superior públicas e privadas. A análise dos discursos se deu mediante três momentos: a descrição, a redução e a compreensão fenomenológica, o que ensejou a identificação de três unidades temáticas, que foram subjetivamente categorizadas em: o Eros da complementaridade na dimensão pessoal, profissional e social; o Eros da maternidade e o Eros intermediário impregnado pelo poder. Constatou-se que o desejo pelo outro, enquanto complemento, viabilizou o projeto de constituição de uma família, de uma vida harmoniosa, de uma relação vivenciada a partir do jogo das diferenças, constituído por um misto de elementos contraditórios e opostos que se complementam. Na dimensão profissional o desejo da complementaridade aparece na situação de encontro/interação do corpo cuidador e do corpo cuidado, proporcionando as trocas e o reconhecimento, uma vez que o corpo cuidador mostra seu conhecimento, sua competência técnica, suas possibilidades, enfim seu potencial humano, sua capacidade de aliar racionalidade e sensibilidade, possibilitando um cuidado autêntico, humanizado, ético, não verticalizado, num cenário no qual Eros (vida) e Thánatos (morte) convivem juntos em eterna luta. O reconhecimento surge como desejo realizado, que depende do olhar do outro e proporciona prazer, tanto para a enfermeira que trabalha no cuidado direto como para enfermeira que trabalha na administração. O desejo da complementaridade aparece ainda em diversas formas de agregações societais entre corporeidades que proporcionam prazer e mostram momentos de descontração, de lazer, de ludismo, do cuidado de si. O desejo de ser mãe aparece como desejo realizado que proporciona prazer, visto que a maternidade propicia vivenciar uma relação humana absoluta de troca, de complementaridade, uma relação quiasmática e também dá início a um novo ciclo na vida da mulher: o amor materno. O desejo intermediário é fruto da insatisfação constatada no balanço existencial, que nos coloca na roda da vida e leva a uma ganância intelectual e material, a um consumismo sedutor e desenfreado, porque atrás deste está o poder que atinge nosso corpo, nossa existência, enfim todas as instâncias da sociedade, motivo pelo qual ninguém está imune a ele. Assim sendo, constatei que a sexualidade é dimensão ontológica que se manifesta na corporeidade, expressa nossa maneira de ser e de estar no mundo mediante os Eros que permeiam o cotidiano humano, e que esta nova concepção permite pensar a sexualidade de maneira mais ampla, uma vez que transcende a visão biológica e reprodutiva hegemônica na Enfermagem
Description: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/82515
Date: 2002


Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar