Efeitos do tratamento agudo com MK-801 na inibição por pré-pulso em ratos da linhagem SHR e SLA16

DSpace Repository

A- A A+

Efeitos do tratamento agudo com MK-801 na inibição por pré-pulso em ratos da linhagem SHR e SLA16

Show simple item record

dc.contributor Universidade Federal de Santa Catarina pt_BR
dc.contributor.advisor Izídio, Geison de Souza
dc.contributor.author Ostaszevski, Laís Hreczkiu
dc.date.accessioned 2020-01-14T14:41:51Z
dc.date.available 2020-01-14T14:41:51Z
dc.date.issued 2019-07-24
dc.identifier.uri https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/203671
dc.description TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Biológicas. Biologia. pt_BR
dc.description.abstract A esquizofrenia é um transtorno psiquiátrico debilitante, caracterizado por sintomas como delírios, apatia, déficit de atenção e de memória. Estudos sugerem que os receptores do sistema glutamatérgico do tipo NMDA estão envolvidos na fisiopatologia da doença e podem ser alvos de pesquisas para o desenvolvimento de novos tratamentos. As linhagens LEW (Lewis) e SHR (do inglês; ratos espontaneamente hipertensos) foram propostas como um modelo genético para o estudo de alguns transtornos neuropsiquiátricos. A partir delas foi desenvolvida uma linhagem congênica denominada SLA16 (SHR.LEW-Anxrr16). Essa linhagem apresenta uma região do cromossomo 4, proveniente da linhagem LEW (doadora), no contexto genético da linhagem SHR (receptora). Nessa região se encontra o gene Grin2b, que codifica a subunidade GluN2B do receptor NMDA. Os receptores NMDA são receptores de glutamato, o principal neurotransmissor excitatório do SNC. Alterações do sistema glutamatérgico estão envolvidas em doenças neurológicas como esquizofrenia, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e transtorno obsessivo compulsivo. Polimorfismos do Grin2b têm sido associados com memória e atenção em curto prazo em distúrbios do desenvolvimento neurológico, como autismo, esquizofrenia e TDAH. Com o objetivo de analisar os efeitos do fármaco MK-801, um antagonista do receptor NMDA, em machos e fêmeas das linhagens SHR e SLA16 na inibição do reflexo do sobressalto por pré-pulso (PPI), foi realizada a injeção da droga 15 minutos antes do teste via intraperitoneal (IP) na dose de 0,02 mg/kg. Os resultados revelaram que as fêmeas das duas linhagens apresentaram menor PPI que os machos. Essa diferença pode ser devido à presença de hormônios específicos de fêmeas. Sendo assim, mais estudos que envolvam fêmeas e a relação dos níveis hormonais com a resposta comportamental serão necessários. Como esperado, o MK-801 foi capaz de diminuir o PPI significativamente em ambos sexos e linhagens. Além disso, o PPI se mostrou significativamente menor na intensidade de 80 dB em comparação com as demais intensidades, em contraste com alguns estudos prévios. Uma interação sugestiva aponta que a linhagem SHR tende a apresentar menor PPI do que a linhagem SLA16 na intensidade de 80 dB. É a primeira vez que ratos da linhagem congênica SLA16 foram comparados aos ratos SHR quanto ao desempenho no teste de inibição por pré-pulso e podemos dizer que apenas a intensidade de 80 dB sugere diferenças entre as linhagens. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Florianópolis, SC. pt_BR
dc.rights Open Access en
dc.subject Ratos pt_BR
dc.subject Cromossomo 4 pt_BR
dc.subject NMDA pt_BR
dc.subject Grin2b pt_BR
dc.title Efeitos do tratamento agudo com MK-801 na inibição por pré-pulso em ratos da linhagem SHR e SLA16 pt_BR
dc.type TCCgrad pt_BR


Files in this item

Files Size Format View Description
TCC_Lais _Biblioteca.pdf 513.0Kb PDF View/Open TCC

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar