O processo de internacionalização de empresas de base tecnológica do tipo born global: um estudo da Cheesecake Labs

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

O processo de internacionalização de empresas de base tecnológica do tipo born global: um estudo da Cheesecake Labs

Mostrar registro simples

dc.contributor Universidade Federal de Santa Catarina pt_BR
dc.contributor.advisor Leite, Iara Costa
dc.contributor.author Machado, Mariana Cristina
dc.date.accessioned 2019-01-11T12:46:24Z
dc.date.available 2019-01-11T12:46:24Z
dc.date.issued 2018-12-04
dc.identifier.uri https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/192952
dc.description TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Relações Internacionais. pt_BR
dc.description.abstract No arcabouço teórico de negócios internacionais, as teorias de internacionalização tradicionalmente centraram-se na análise do processo de internacionalização de grandes empresas e corporações. No entanto, nas últimas décadas, verifica-se a emergência de um novo fenômeno de internacionalização rápida e precoce, de empresas de pequeno e médio porte, acompanhadas de um contexto de mudanças causadas pela globalização e avanços tecnológicos. Essas empresas, denominadas born globals, se expandem internacionalmente logo ou poucos anos após sua fundação. Com o objetivo de contribuir para o entendimento esse fenômeno, o trabalho realiza um estudo do processo de internacionalização da empresa Cheesecake Labs. A Cheesecake Labs, fundada no ano de 2013 na cidade de Florianópolis, é uma empresa de design e desenvolvimento de aplicativos iOS, android e web, cujos primeiros e principais clientes são dos Estados Unidos. Em seu histórico, a empresa expandiu suas atividades para três países – Estados Unidos, Inglaterra e Suíça – e pode ser enquadrada como uma born global. O trabalho tem como principal objetivo relacionar os fatores observados a partir da literatura existente de internacionalização com o caso empírico da internacionalização da Cheesecake Labs. Para tanto, apresenta um primeiro capítulo dedicado à identificação dos principais fatores das teorias de internacionalização do modelo de Uppsala e born global, através de revisão literária na área. Em seguida analisa a empresa em geral, seu histórico de internacionalização e como os fatores identificados anteriormente se comportam no processo de internacionalização da Cheesecake Labs, analisando se convergem ou divergem dos fatores advindos das teorias analisadas. A metodologia utilizada se dá por revisão de literatura sobre a empresa e entrevistas semiestruturadas. Os resultados obtidos evidenciam diversos fatores convergentes entre a teoria de born global e o processo de internacionalização da Cheesecake Labs no que se refere às variáveis da empresa e dos empreendedores. pt_BR
dc.description.abstract In the theoretical framework of international business, the theories of internationalization have traditionally focused on the analysis of the internationalization process of large corporations. However, in recent decades, there has been a new phenomenon of rapid and early internationalization of small and medium-sized companies, in a context of changes caused by globalization and technological advances. These companies, called born globals, expand internationally just a few years after its foundation. With the objective of contributing to the understanding of this phenomenon, the work carries out a study of the internationalization process of Cheesecake Labs. Cheesecake Labs, founded in 2013 in the city of Florianópolis, is a design and development company for iOS, android and web applications, whose first and main customers are from the United States. In its history, the company expanded its activities to three countries - the United States, England and Switzerland - and can be classified as a global born. The main objective of this work is to relate the observed factors from the existing literature of internationalization with the empirical case of the internationalization of Cheesecake Labs. To do so, it presents a first chapter dedicated to the identification of the main factors of the internationalization theories of the Uppsala model and born global, through literary in the area. After analyzing the company in general, its history of internationalization and how the factors previously identified behave in the process of internationalization of Cheesecake Labs, analyzing whether they converge or diverge from the factors identified from the theories examined. The methodology used is based on a literature review about the company and semi-structured interviews. The results obtained evidence several convergent factors between the theory of global born and the process of internationalization of Cheesecake Labs with respect to the variables of the company and the entrepreneurs. pt_BR
dc.format.extent 57 f. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Florianópolis, SC pt_BR
dc.subject Internacionalização pt_BR
dc.subject Modelo de Uppsala pt_BR
dc.subject Born Global pt_BR
dc.subject Cheesecake Labs pt_BR
dc.title O processo de internacionalização de empresas de base tecnológica do tipo born global: um estudo da Cheesecake Labs pt_BR
dc.type TCCgrad pt_BR


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização Descrição
Monografia Mariana Cristina Machado.pdf 656.6Kb PDF Visualizar/Abrir Monografia Mariana Cristina Machado

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar