Desigualdade social no Brasil: uma análise através dos dados tributários da receita federal do Brasil de 2007 até 2016

DSpace Repository

A- A A+

Desigualdade social no Brasil: uma análise através dos dados tributários da receita federal do Brasil de 2007 até 2016

Show simple item record

dc.contributor Universidade Federal de Santa Catarina pt_BR
dc.contributor.advisor Arend, Marcelo
dc.contributor.author Oliveira, Heloisa Souza de
dc.date.accessioned 2018-07-24T13:37:21Z
dc.date.available 2018-07-24T13:37:21Z
dc.date.issued 2018-07
dc.identifier.uri https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/188564
dc.description TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia. pt_BR
dc.description.abstract O presente trabalho teve como objetivo analisar a concentração de renda no Brasil, através dos dados tributários do Imposto de Renda de Pessoa Física da Receita Federal, entre 2007 e 2016 à luz da teoria do economista Thomas Piketty. A volta do debate da desigualdade de renda na economia política coloca a questão do crescimento e a dinâmica da acumulação de capital como central. A questão da desigualdade, conforme será abordada, tem como ponto de partida a contradição central do capitalismo da teoria de Piketty, em que a taxa de remuneração do capital é maior que a taxa de crescimento de uma economia. A retomada do tema da desigualdade na discussão econômica evidencia o retrato da realidade brasileira, onde a pobreza e a concentração de renda compreendem um desafio político e econômico da história do país, marcado por elevados índices de desigualdade e uma estrutura tributária concentradora de renda. A análise empírica explora a composição do arranjo tributário brasileiro, a fim de avaliar seu caráter regressivo, a concentração de renda entre as frações mais ricas do país e a comparação do Brasil com outros países, enfatizando o contraste entre tais sistemas tributários. A estrutura do Imposto de Renda de Pessoa Física não contribui com o papel redistributivo da renda entre os diferentes estratos da sociedade, embora apresente grande potencial para tal. Há, portanto, diversos esforços para serem realizados pelo país na direção de uma tributação com impactos redistributivos mais significativos no nível de desigualdade do país. pt_BR
dc.format.extent 73 f. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Florianópolis, SC pt_BR
dc.subject Imposto de Renda de Pessoa Física; Desigualdade de renda; Progressividade e regressividade do sistema tributário. pt_BR
dc.title Desigualdade social no Brasil: uma análise através dos dados tributários da receita federal do Brasil de 2007 até 2016 pt_BR
dc.type TCCgrad pt_BR


Files in this item

Files Size Format View
Monografia Heloísa de Oliveira.pdf 730.5Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar