Estudo de componentes afetivos e funcionais em idosos residentes em instituições de longa permanência: recomendações para arquitetura

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Estudo de componentes afetivos e funcionais em idosos residentes em instituições de longa permanência: recomendações para arquitetura

Mostrar registro completo

Título: Estudo de componentes afetivos e funcionais em idosos residentes em instituições de longa permanência: recomendações para arquitetura
Autor: Gonçalves, Bibiana Pereira
Resumo: Em virtude do aumento expressivo da longevidade e o consequente aumento da população idosa, existe uma crescente demanda por Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs). Em diversas situações, a ILPI torna-se alternativa voluntária e esperada e que deve assegurar boa qualidade de vida ao idoso. Essa dissertação apresenta um estudo realizado em ILPIs de Santa Maria-RS, com o objetivo de analisar os dormitórios de Instituições de Longa Permanência de Idosos a partir dos componentes afetivos e funcionais dos residentes e propor contribuições para os projetos de dormitórios de ILPIs. Para tanto o trabalho buscou um embasamento teórico sobre o envelhecimento e capacidade funcional do idoso, a trajetória das ILPIs, a Psicologia Ambiental e a Legislação. O estudo foi caracterizado como transversal do tipo descritivo exploratório, com abordagem quali-quantitativa. A amostra da pesquisa contou com seis ILPIs, sendo três privadas e três filantrópicas com 44 idosos voluntários. Foram utilizados os seguintes instrumentos: Mini-exame do estado mental, visita exploratória nas ILPIs, observações sistemáticas do ambiente e comportamento, poema dos desejos, índice de Katz (capacidade funcional) e WHOQOL Bref (qualidade de vida). Os resultados demonstraram a necessidade de projetar dormitórios capazes de atender os aspectos afetivos e funcionais dos idosos e as análises realizadas geraram reflexões e contribuições para projetos de arquitetura dos dormitórios das ILPIs, com base nos critérios legais, arquitetônicos e do ponto de vista dos usuários.Abstract : Due to the significant increase in longevity and the consequent increase in the elderly population, there is a growing demand for Long-term Institutions of the Eldery (ILPIs), and in many situations, an ILPI becomes a voluntary and expected alternative and must ensure good quality of life to the elderly. This dissertation presents a study carried out in ILPIs of Santa Maria-RS, with the objective of analyzing the dormitories of Long-Term Institutions of the Elderly from the affective and functional components of the residents and propose contributions to the ILPI dormitory projects. For this, the study sought a theoretical basis on the aging and functional capacity of the elderly, the trajectory of ILPIs, Environmental Psychology and Legislation. The study was characterized as transverse descriptive exploratory type, with a qualitative-quantitative approach. The sample of the research counted on six ILPIs, three private and three philanthropic with 44 elderly volunteers. The following instruments were used: Mini-examination of mental state, exploratory visit to ILPIs, systematic observations of the environment and behavior, poem of desires, Katz index (functional capacity) and WHOQOL Bref (quality of life). The results demonstrated the need to design dormitories capable of attending to the affective and functional aspects of the elderly, and the analyzes carried out generated reflections and contributions to the architecture projects of the ILPIs dormitories, based on legal, architectural and from the users' point of view.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Florianópolis, 2017.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/183440
Data: 2017


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
350369.pdf 18.46Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Compartilhar