Ecos de corpos: sobre práticas de diversão na ilha de Santa Catarina (1893-1918)

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Ecos de corpos: sobre práticas de diversão na ilha de Santa Catarina (1893-1918)

Mostrar registro completo

Título: Ecos de corpos: sobre práticas de diversão na ilha de Santa Catarina (1893-1918)
Autor: Jorge, Thiago Perez
Resumo: Isto não é uma Tese convencional. É uma prática de si. Apreendida no diálogo entre História e Filosofia, produz suas próprias figuras de linguagem, para a empreitada de pensar e de ler fontes típicas do ofício do historiador. A priori e a posteriori em permanente relação. Desta forma, organiza-se em duas partes, a saber: 1. Platôs ou Ensaios, que tanto expõe a caixa de ferramentas do curso do pensamento, quanto privilegia a tomada da consciência histórica. 2. Narrativa Histórica, espaço no qual a escrita histórica fica evidenciada mediante uso das fontes (jornais, imagens, diários de padres, crônicas, poesias, etc.). Organiza-se em Atos e Cenas, que buscaram circunscrever os recortes das fontes a partir dos problemas em análise. É genealogia quando se move por aspectos das relações de saber-poder-ética. É obra de arte que recruta suas figuras de linguagem em favor da leitura das fontes. Como questão-base, a Tese busca compreender elementos do chamado fator lúdico na constituição de modos morais de ser naquilo que se considerou ser prática de diversão. Mais especificamente, intentou-se uma investigação para refletir processos que produziram sensibilidades à beira do mar, mas também imerso nele. Destacando-se dentre as práticas de diversão: o footing e dois tipos de piquenique. Da conclusão do ponto de vista histórico, na Ilha de Santa Catarina, antes da invenção do mar para banho, tem-se a invenção do PIC NIC.Abstract : This is not a conventional Thesis. It is a practice of self. Seized in the dialogue between History and Philosophy, it produces its own figures of language, for the work of thinking and reading sources typical of the office of the historian. A priori and a posteriori in permanent relation. This way, it is organized in two parts, namely: 1. Platôs or Essays, which both expose the toolbox of the course of thought, and privilege the taking of historical consciousness. 2. Historical Narrative, a space in which historical writing is evidenced through the use of sources (newspapers, images, diaries of parents, chronicles, poetry, etc.). It is organized in Acts and Scenes, which sought to circumscribe the cut of the sources from the problems under analysis. It is genealogy when it moves through aspects of knowledge-power-ethical relations. It is a work of art that recruits its figures of language in favor of reading the sources. As a basic question, the thesis seeks to understand elements of the so-called play factor in the constitution of moral ways of being in what was considered to be a practice of amusement. More specifically, an investigation was undertaken to reflect processes that produced sensibilities at the edge of the sea, but also immersed in it. Standing out among the practices of fun: the jogging and two types of picnic. From the conclusion of the historical point of view, in the Island of Santa Catarina, before the invention of the sea for bath, we have the invention of the PIC NIC.
Descrição: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Florianópolis, 2017.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/180915
Data: 2017


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
348961.pdf 2.268Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar