Entre notas, entrelaços: Odorico Mendes e o jogo de escrituras

DSpace Repository

A- A A+

Entre notas, entrelaços: Odorico Mendes e o jogo de escrituras

Show full item record

Title: Entre notas, entrelaços: Odorico Mendes e o jogo de escrituras
Author: Yee, Raquel da Silva
Abstract: Esta tese apresenta reflexões sobre as inusitadas digressões de Odorico Mendes (1799-1864) expostas nas notas das suas traduções de Virgílio e Homero. Digressões que, ao provocarem uma série de rupturas e desvios, oferecem possibilidades para pensá-las através de um conjunto de outras irreverentes notas de rodapé e de fim que circulam de maneira estratégica no âmbito da tradução, das narrativas históricas e ficcionais, como é possível ver em Edward Gibbon, Jean-Jacques Rousseau, Basílio da Gama, Jorge Luis Borges, Enrique Vila-Matas, Rodolfo Walsh, entre outros. Há nessas notas confluentes sintomas de (des) apropriações, tensões e crises. Por isso nesta tese a ideia de jogo, enquanto prática de experimentação da linguagem e abertura para novos espaços de produção de sentidos, está atrelada ao movimento das notas, já que elas são dipositivos estético-discursivos que reformulam a problemática da escritura, do sujeito da e na literatura. Nesse sentido, Jacques Derrida, Roland Barthes, Walter Benjamin, entre outros pensadores, permitem colocar em cena os movimentos dissimulados nos espaços das notas, propiciando um debate sobre o descentramento, em oposição à pretensão de totalidade, de linearidade, da sacralização monolítica do saber.<br>Abstract : This thesis presents reflections on the unusual digressions of Odorico Mendes (1799-1864) exposed in the notes of his translations of Virgil and Homer. Digressions that, causing a series of ruptures and deviations, offer the posibility of considering them through a set of other irreverent footnotes and endnotes that strategically circulate in the field of translation, historical and fictional narratives, as it is easily seen in Edward Gibbon, Jean-Jacques Rousseau, Basílio de Gama, Jorge Luis Borges, Enrique Vila-Matas, Rodolfo Walsh, among others. In these notes there are confluent symptoms of dispossession, tension and crisis. Therefore, in this thesis the idea of game as a practise of language experimentation and openness to new spaces of sense production, is linked to the movement of these notes, since they are aesthetic-discursive devices that reformulate the problematic of writing, of the subject and of literature. In this sense, Jaques Derrida, Roland Barthes, Walter Benjamin among other thinkers, allow to put on the scene the hidden movements in the spaces of the notes, propitiating in this way a debate on the decentralization, as opposed to the pretension of totalily, linearity and the monolithic sacralization of knowledge.
Description: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Literatura, Florianópolis, 2017.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/176787
Date: 2017


Files in this item

Files Size Format View
345885.pdf 1.497Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar