Burnout em estudantes de graduação da área da saúde

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Burnout em estudantes de graduação da área da saúde

Mostrar registro completo

Título: Burnout em estudantes de graduação da área da saúde
Autor: Floss, Gabriela Guth
Resumo: Introdução: A universidade expõe os acadêmicos a situações que demandam adaptação e que muitas vezes são diferentes de suas expectativas e de seu contexto de vida, e essa nova realidade causa estresse. Os estudantes da área da saúde ainda atuam em contato direto com outras pessoas, aumentando assim o risco de estresse. Observa-se que estes têm sido acometidos por agravos relacionados ao estresse, como a síndrome de Burnout (SB). Objetivo: Estimar a prevalência da SB entre os estudantes do último período de graduação de Odontologia, Medicina e Enfermagem da UFSC. Materiais e métodos: O instrumento de coleta de dados foi um questionário sobre dados pessoais, socioeconômicos, perfil do estudante e o Inventário de Burnout Maslach – Student Survey (MBI-SS). Caracterizou-se como acometido pela SB o estudante que apresentou simultaneamente valores médios acima do percentil 66 para Exaustão (EE) e Descrença (DE) e abaixo do percentil 33 para Eficácia Profissional (EP). Resultados: A prevalência da SB foi de 10,00%. Houve diferenças estatisticamente positivas entre as médias de DE e EP nos cursos. Houve relação entre ocorrência da SB e as variáveis: idade, naturalidade, condições materiais do curso, auto percepção do desempenho acadêmico, auto percepção de descanso, participação em atividades extracurriculares, horas semanais de atividade física , consumo de medicamentos devido aos estudos, pensamentos em desistir do curso e pensamentos suicidas. Conclusão: A SB foi prevalente em 10,00% dos estudantes pesquisados.Background: The university exposes the academics to situations that require adaptation and are often different from their expectations and their context of life, and this new reality causes stress. Students with health occupations work in direct contact with others, thus increasing the risk of stress. It is observed that these have been affected by stress-related disorders, such as Burnout syndrome (SB) Objective: To estimate the prevalence of SB in students of the last graduation period of the courses of medicine, nursing and dentistry of the Federal University of Santa Catarina. Methods: The instrument for data collection was a questionnaire on personal and socioeconomic data, student profile and the Maslach Burnout Inventory - Student Survey (MBI - SS). Was characterized as having the SB student who simultaneously had mean values above the 66th percentile (P66) Exhaustion (EE) and disbelief (DE) and below P33 for Professional Effectiveness (EP). Results: The prevalence of SB was in 10.00%. There were statistically positive differences between the means of EE and EP in the courses. Also between the occurrence of the SB and the variables: age, naturalness, perception of the conditions of the physical structure of the college, perception of the self academic performance, restfulness in the morning, extracurricular activities, weekly hours of physical activity, consumption medicines because studies, thought of quitting the course and suicidal thoughts. Conclusion: The SB was prevalent in 10.00% of the students surveyed.
Descrição: TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Odontologia.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/176573
Data: 2017-06-19


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
TCC - Gabriela Guth Floss..pdf 1013.Kb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar