Descrição taxonômica de fósseis da tribo oryzomyini (mammalia, rodentia, cricetidae, sigmodontinae) do holoceno do sítio Adelar Pilger, município de Harmonia, Rio Grande do Sul

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Descrição taxonômica de fósseis da tribo oryzomyini (mammalia, rodentia, cricetidae, sigmodontinae) do holoceno do sítio Adelar Pilger, município de Harmonia, Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Título: Descrição taxonômica de fósseis da tribo oryzomyini (mammalia, rodentia, cricetidae, sigmodontinae) do holoceno do sítio Adelar Pilger, município de Harmonia, Rio Grande do Sul
Autor: Alberti, Arthur
Resumo: A Tribo Oryzomyini é o grupo com maior riqueza de espécies entre os sigmodontíneos, com 33 gêneros e 130 espécies descritas. A distribuição atual do grupo se dá por toda América do Sul, América Central, regiões sul e leste da América do Norte, Trinidad e Tobago, e no arquipélago de Galápagos. Algumas espécies extintas foram encontradas em outras ilhas caribenhas e na ilha de Fernando de Noronha. Majoritariamente são encontrados nas florestas tropicais e subtropicais, e também no cerrado brasileiro, campos abertos, regiões semiáridas, áreas alagadiças e nos planaltos andinos. O objetivo do trabalho foi estudar taxonomicamente as espécies de Oryzomyini escavadas no sítio Adelar Pilger, Município de Harmonia, Estado do Rio Grande do Sul. As datações absolutas realizadas no sítio abrangem o Holoceno, desde 8.400 anos AP até 3.000 anos AP. Os fósseis da Tribo Oryzomyini foram triados entre os demais restos fósseis com auxílio de estereomicroscópio, limpos com o uso de água, pincel e agulha entomológica, e então numerados. A identificação foi feita através da análise comparativa com espécimes recentes da Tribo Oryzomyini do Laboratório de Mamíferos Aquáticos do Departamento de Ecologia e Zoologia da Universidade Federal de Santa Catarina e também com fotos e ilustrações de material bibliográfico. Foram registrados 133 espécimes dessa tribo no sítio Adelar Pilger e identificados os táxons: Oligoryzomys sp. (15 espécimes), Holochilus brasiliensis (05 espécimes), Pseudoryzomys simplex (101) e Sooretamys angouya (12 espécimes). A presença desses táxons sugere uma paisagem composta por formações de campo, florestas e matas de galeria na região do Sítio Adelar Pilger.
Descrição: TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Biológicas. Biologia.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/174753
Data: 2015-05


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
Arthur Alberti.pdf 1.512Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar