Distresse moral em enfermeiras da atenção básica brasileira

DSpace Repository

A- A A+

Distresse moral em enfermeiras da atenção básica brasileira

Show full item record

Title: Distresse moral em enfermeiras da atenção básica brasileira
Author: Barth, Priscila Orlandi
Abstract: O conceito de distresse moral se relaciona à situação na qual um enfermeiro é incapaz de tomar a ação por ele reconhecida como moralmente adequada por diferentes barreiras. Neste estudo é concebido um fenômeno processual e uma experiência singular, que integra a ética e moral, articulando conceitos como problema, incerteza, sensibilidade e deliberação moral, competências éticas /profissionais. A literatura retrata majoritariamente o distresse moral no cenário hospitalar e, dada amplitude e especificidade do cenário brasileiro, torna-se imprescindível investiga-lo na atenção básica. Nessa perspectiva, os objetivos foram: - Validar um instrumento para identificar as situações desencadeadoras do distresse moral em relação à intensidade e frequência, em enfermeiros da atenção básica. - Identificar os preditores e fatores associados ao processo de distresse moral em enfermeiros da atenção básica. - Analisar as situações geradoras de distresse moral em enfermeiros da atenção básica- Identificar a frequência e intensidade de distresse moral em enfermeiras da atenção básica; - Analisar as associações das situações desencadeadoras e fatores preditores de distresse moral em enfermeiros da atenção básica. Foi defendida a tese de que enfermeiros brasileiros da atenção básica reconhecem situações que desencadeiam distresse moral, o qual possui fatores associados, preditores, além de frequência e intensidade variáveis. Método: estudo quantitativo e qualitativo. A pesquisa quantitativa foi desenvolvida com 391 enfermeiros da atenção básica. A primeira etapa de validou o instrumento denominado Escala Brasileira de Distresse Moral de Enfermeiros, e a segunda correlacionou fatores preditores com variáveis sociodemográficas. Para a validação do instrumento foram aplicados testes estatísticos (análise fatorial e alfa de Cronbach) e, no segundo momento desenvolvidas análises descritivas, de variância e regressão, com o apoio de software SPSS versão 22.0. A pesquisa qualitativa foi desenvolvida por meio de entrevistas semiestruturadas com 13 enfermeiros de diferentes regiões do Brasil, aplicada a Análise Textual Discursiva com apoio do Software Atlas.ti. Resultados: Foram validadas 46 questões das 57 do instrumento original, em 6 constructos: Políticas de Saúde, Condições de Trabalho, Autonomia do Enfermeiro,11Competência ética profissional, Desrespeito à autonomia do usuário e Sobrecarga de Trabalho. O instrumento apresentou consistência interna satisfatória, alfa de Cronbach 0,98 (geral) e entre 0,96 e 0,88 para os constructos. A vivência do distresse moral na atenção básica se mostrou distinta quanto às associações entre constructos, regiões e variáveis sociodemográficas, destacando-se tempo de graduação, idade e sexo. Os resultados qualitativos relacionam o Distresse Moral ao profissional, aos serviços de saúde, aos usuários e aos conflitos no exercício profissional. Considerações Finais: Ao assumirem valores éticos e políticos como norteadores de sua ação, os enfermeiros dão maior visibilidade ao conteúdo moral de muitos problemas que poderiam ser vistos apenas pelo viés das condições de trabalho. O estudo fomentou contribuições para o aprofundamento e adaptação de um marco conceitual; validação de um instrumento que possibilite conhecer com maior profundidade o problema e promover futuras intervenções sobre as causas do mesmo; identificação de diferentes níveis de percepção e vivência de distresse moral nas diferentes regiões brasileiras.<br>Abstract : The concept of moral distress is related to the situation in which a nurse is unable to take the action known for him as morally appropriate, by different barriers. This study is designed a procedural phenomenon and at the same time a singular experience, that integrates ethical and moral experience, articulating concepts as moral problems, uncertainty and moral sensitivity, moral deliberation and professional ethical skills. The literature portrays mostly the moral distress in the hospital environment and, given the amplitude and specificity of the Brazilian scenery, becomes indispensable to investigate the moral distress in this context of primary care, validating an instrument build specially for Brazilian reality. The objectives were: - Validate an instrument to identify the triggering situations of moral distress in relation to intensity and frequency, in nurses of primary care; - Identify the predictors and factors associated with the process of moral distress in nurses of primary care; - Analyse the situations that cause moral distress in nurses in primary care; -Identify the frequency and intensity of moral distress in nurses in primary care; -Analyse the association of the triggering situations and predictors of moral distress in nurses of primary care. It was defended that Brazilian nurses in primary care recognize the triggering situations that cause moral distress, which has associated factors, predictors, in addition to frequency and variable intensity. Method: a quantitative and qualitative study. The quantitative study was developed with 392 nurses of the primary care, with a first stage of validation of the instrument named Brazilian Scale of Moral Distress of Nurses, and a second stage that correlated predictor factors with socio demographics variable. For the validation of the instrument were applied statistical tests (factorial analyses and alpha of Cronbach) and, in the second moment, were developed descriptive analyses, variance and regression, with the support of the SPSS software version 22.0. The qualitative research was developed by semi structured interviews with 13 nurses of different regions of Brazil, being applied the Discursive Textual Analyses with the support of the Atlas ti Software. Results: they were validated 46 of 57 issues of the original instrument, in 6 constructs: Health Policies, Work Conditions, Nurse Autonomy, Professional Ethical Skills, Disrespect to the autonomy of the user and Overload of Work. The instrument presented internal consistency satisfactory, with alpha of Cronbach 0,98 (general) and between 0,96 and 0,88 to the constructs. The experience of moral distress in primary care has shown13distinct between constructs, regions of the country and variable socio demographics, emphasizing time of graduation, age and gender. The qualitative results relate the Moral Distress to the professional, to the health services, to the users and to the conflicts in the professional practice. Final Considerations: In assuming ethical and political values as a guide for its action, nurses give more visibility to the moral content of many problems that could be seen only by the bias of working conditions. The study fomented contributions to: - the further development and adaptation of a conceptual framework; - validation of an instrument that favors to know in greater depth the problem and promote future interventions about the causes thereof; - Identification of different level of perception and experiencing of moral distress in different Brazilian regions.
Description: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2016.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/174447
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View
344633.pdf 1.351Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar