Ética e formação profissional em saúde

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Ética e formação profissional em saúde

Mostrar registro completo

Título: Ética e formação profissional em saúde
Autor: Rebelo, Mariáh Macedo
Resumo: Este trabalho foi desenvolvido em um contexto social onde o imperativo capitalista e produtivista acaba por exercer influência também sobre a formação profissional. Para servir a demanda do mercado, o ensino superior perde sua essência reflexiva, política e ética para dar conta basicamente de aspectos científicos e técnicos. A odontologia é uma profissão de alta responsabilidade para com a sociedade, pois sua área de abrangência é a saúde - um direito assegurado pelo Estado através da Constituição a cada cidadão. O descuido com o desenvolvimento moral como se fosse um aspecto extrínseco à formação profissional se reflete no baixo compromisso social com a sociedade. A partir da compreensão de que a dimensão ética da formação profissional corre não apenas nas vivências do currículo formal, mas também nas do currículo oculto, buscou-se compreender os problemas éticos vivenciados por professores em escolas de odontologia brasileiras. Utilizou-se metodologia qualitativa desenvolvida por meio de entrevistas semiestruturadas em três instituições, uma em cada estado da região sul do Brasil. Foram entrevistados 18 professores. A análise das peças originadas pela transcrição das entrevistas que foram gravadas se deu pela Análise Temática de Conteúdo, com o auxílio do software Atlas-ti®. A análise identificou que os problemas éticos (PE) vivenciados pelos professores estavam relacionados às seguintes questões: como desenvolver processos avaliativos justos; como desenvolver a formação profissional frente às limitações de recursos institucionais; como competir com os recursos tecnológicos pela atenção dos alunos; como realizar uma pedagogia a partir da formação docente tradicional; como formar cirurgiões dentistas generalistas com professores especialistas; como manter o equilíbrio entre amizade e responsabilidade pela educação do estudante; como lidar com orientações clínicas divergentes entre colegas; como agir frente à mercantilização do ensino; e como lidar com o aparente desinteresse dos estudantes nos dias atuais. Os PE vivenciados pelos professores de odontologia reiteram a necessidade da dimensão ética da formação e da atuação docente ser valorizada e (re) pensada no meio acadêmico. Assim, as situações conflitantes vivenciadas poderiam ser transformadas em reflexão, diálogo e deliberação, contribuindo para o desenvolvimento moral dos estudantes e para o aperfeiçoamento dos processos de ensino-aprendizado.<br>Abstract : This study was developed based on a social context where the imperative capitalist and productivist eventually also exercise influence on vocational training. To serve the market demand, higher education loses its reflective nature, politics and ethics to account primarily of scientific and technical aspects. Dentistry is a profession of high responsibility to society because their coverage area is health - a right guaranteed by the State Constitution to every citizen. Carelessness with the moral development as if it were an extrinsic aspect to training is reflected in the low social commitment to society. From the understanding that the ethical dimension of professional training runs not only on the experiences of the formal curriculum, but also in the hidden curriculum, was sought to understand the ethical problems experienced by teachers in Brazilian dental schools. We used qualitative methodology developed through semi-structured interviews in three institutions, one in each state in the southern region of Brazil. They interviewed 18 teachers. . The analysis originated by the recorded interviews? transcription was performed by the methodology of Content Thematic Analysis, with the Atlas-ti® software help. The analysis revealed that ethical issues (EI) experienced by teachers were related to the following issues: how to develop fair evaluation processes; how to improve vocational training ahead of the limited institutional resources; how to compete with the technological resources for the students? attention; also how to perform a pedagogy from the traditional teacher training; how to train general dentists? surgeons with specialist professors; how to maintain the balance between friendship and responsibility for the student's education; how to deal with different clinical guidelines among colleagues; how to act against the commodification of education; and how to address the apparent lack of interest of today?s students. EI experienced by dental professors reiterate the need for the ethical dimension of professional training and teaching practice be valued and (re) thought in academia. Thus, experienced conflict situations could be transformed into reflection, dialogue and deliberation, contributing to the moral development of the students and to the improvement of teaching and learning processes.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Florianópolis, 2016.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/172266
Data: 2016


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
341625.pdf 1.128Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar