IDENTIFICAÇÃO DA VULNERABILIDADE DA LINHA DE COSTA CATARINENSE A EPISÓDIOS DE ALTA ENERGIA COM BASE NO MODELO INVEST

DSpace Repository

A- A A+

IDENTIFICAÇÃO DA VULNERABILIDADE DA LINHA DE COSTA CATARINENSE A EPISÓDIOS DE ALTA ENERGIA COM BASE NO MODELO INVEST

Show simple item record

dc.contributor Universidade Federal de Santa Catarina pt_BR
dc.contributor.advisor Bonetti, Jarbas
dc.contributor.author Baixo, Eduardo Hiroshi Shimonaga
dc.date.accessioned 2015-12-28T18:20:26Z
dc.date.available 2015-12-28T18:20:26Z
dc.date.issued 2015-12-28
dc.identifier.uri https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/157325
dc.description TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Oceanografia pt_BR
dc.description.abstract A compreensão das dinâmicas que regem a zona costeira é necessária para prevenir situações que inicialmente não esperaríamos, tais como a erosão e a deposição, que são processos naturais que ocorrem ao longo da costa, podendo ser acelerados pelas ações humanas. Modelos espaciais se utilizam de mapas e bases estatísticas para favorecer a análise e visualização da área objeto de estudo de forma clara e simplificada. O modelo InVEST 3.0.0 possui diversas rotinas para análise espacial, incluindo uma de geração de índice de vulnerabilidade à erosão e inundação devido a eventos de alta energia para uma linha de costa. Esse trabalho teve como objetivo aplicar o modelo de vulnerabilidade do InVEST para o litoral de Santa Catarina e compará-lo com estudos na mesma área analisada. Os resultados obtidos indicam a linha de costa catarinense com 63% em classes de vulnerabilidade baixa a média e secções mais ao sul se enquadrando em classe alta, representando, 8,76% do total do litoral. O Setor Centro Norte teve os menores valores de vulnerabilidade de quase 75% de sua extensão, esta classificada como baixa a muito baixa. Já o Setor Sul apresentou os maiores valores onde toda sua linha de costa foi classificada entre as classes muito alta e alta. A vulnerabilidade teve respostas perceptíveis às alterações das entradas geomorfologia, forçantes hidrodinâmicas e presença de habitats naturais para setor do litoral catarinense tendo um comportamento ligeiramente diferente. Comparando resultados com o estudo da mesma área de interesse notou-se que o termo vulnerabilidade utilizado pelas duas abordagens é diferente. Vulnerabilidade obtida pelo InVEST foi equiparada a suscetibilidade e quando foram comparados, verificou-se que mesmo utilizando de entradas físicas ambos os resultados diferiram substancialmente ao longo da linha de costa catarinense. pt_BR
dc.format.extent 48 f. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Florianópolis, SC pt_BR
dc.subject erosão costeira pt_BR
dc.subject ocupação urbana pt_BR
dc.subject geoprocessamento pt_BR
dc.subject InVEST 3.0.0 pt_BR
dc.title IDENTIFICAÇÃO DA VULNERABILIDADE DA LINHA DE COSTA CATARINENSE A EPISÓDIOS DE ALTA ENERGIA COM BASE NO MODELO INVEST pt_BR
dc.type TCCgrad pt_BR


Files in this item

Files Size Format View Description
TCC Eduardo Baixo.pdf 2.845Mb PDF View/Open Trabalho de conclusão de curso - Eduardo Baixo

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar