A hegemonia dos Estados Unidos e a promoção da democracia representativa na Organização dos Estados Americanos - OEA

DSpace Repository

A- A A+

A hegemonia dos Estados Unidos e a promoção da democracia representativa na Organização dos Estados Americanos - OEA

Show full item record

Title: A hegemonia dos Estados Unidos e a promoção da democracia representativa na Organização dos Estados Americanos - OEA
Author: Nicolazzi, Sabrina Costa
Abstract: O presente trabalho apresenta uma análise de como a democracia representativa liberal contemporânea é reflexo da hegemonia dos Estados Unidos desde sua ascensão após o fim da Segunda Guerra Mundial e que, na dimensão do Continente Americano, essa proposta foi corroborada pela Organização dos Estados Americanos. O estudo inicia-se com a exposição da história do desenvolvimento da democracia desde sua forma original na Grécia antiga até sua versão contemporânea representativa liberal e as forças que a conjugaram até ali.. A fundamentação teórica escolhida foi baseada nos estudos de Robert Cox que enfatiza que a hegemonia nas ordens mundiais está diretamente relacionada a criação de uma sociedade civil global, na qual um modo de produção de extensão mundial faz as ligações entre as classes sociais dos países englobados por essa hegemonia. Argumentando também que como mecanismo dessa hegemonia as organizações internacionais cumprem papel fundamental na universalização de valores. Sob essas perspectivas, foi então analisada a dinâmica de construção da hegemonia dos Estados Unidos, refletindo na promoção da democracia representativa liberal no exterior e consequentemente na Organização dos Estados Americanos.<br>Abstract : This present paper produces an analysis on how the contemporary liberal representative democracy is a reflection of U.S. hegemony since its' uprise after the end of World War II and that, in the American Continent dimension, this proposition was corroborated by the Organization of American States. This study begins with the display of democracy's development history since its' original form in ancient Greece until its' liberal representative contemporary version and the strengths that it has conjugated up to that point. The theoretical foundation chosen was based on the studies of Robert Cox which emphasizes that the hegemony on world orders is directly related to the making of a global civil society, in which a production mode of worldwide range makes the connections among social classes of countries encompassed by this hegemony. Also reasoning that as a mechanism of this hegemony, the international organizations perform a fundamental part on universalization of values. Under these perspectives, was then analyzed the dynamics of building United States' hegemony, reflecting on the promotion of liberal representative democracy abroad and therefore in the Organization of American States.
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, Florianópolis, 2014.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/129158
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View
328470.pdf 991.8Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar