Influência da exposição do Biodentine ao tampão fosfato-salino sobre o selamento apical e a resistência de união à dentina (push-out)

DSpace Repository

A- A A+

Influência da exposição do Biodentine ao tampão fosfato-salino sobre o selamento apical e a resistência de união à dentina (push-out)

Show full item record

Title: Influência da exposição do Biodentine ao tampão fosfato-salino sobre o selamento apical e a resistência de união à dentina (push-out)
Author: Cechella, Bruna Casagrande
Abstract: Um novo material a base de silicato tricálcico (Ca3SiO5) - Biodentine foi lançado no mercado como alternativa ao MTA. Segundo o fabricante, é considerado um material reparador para diferentes situações clínicas. No entanto, não se tem conhecimento se, à semelhança do MTA, a capacidade de selamento e a resistência de união do Biodentine à dentina podem ser melhoradas após a interação com o tampão fosfato-salino (PBS). Assim, os objetivos deste estudo foram: i) avaliar e comparar, pelo método de infiltração de glicose, a capacidade de selamento proporcionada por plugs apicais de Biodentine e de MTA em um modelo ex vivo de apicificação, e ii) avaliar a influência da exposição e do tempo de contato ao tampão fosfato-salino (PBS) na resistência de união (RU) sob cisalhamento (push-out) do Biodentine à dentina. Para avaliação do selamento, o espaço do canal de 100 segmentos radiculares com 12 mm de comprimento foi alargado com brocas Gates-Glidden. Depois de realizada uma cavidade apical retrógrada e irrigação final com EDTA 17% seguido por NaOCl 1%, os segmentos radiculares foram aleatoriamente divididos em 4 grupos (n = 25) de acordo com o material utilizado na confecção do plug apical e o contato do plug com PBS: G1 - Biodentine; G2 - Biodentine + PBS intracanal; G3 - MTA e G4 - MTA + PBS intracanal. As aberturas cervicais foram seladas com Cimpat Rosa e os segmentos inseridos em uma esponja floral umedecida com PBS. Após 2 meses, os segmentos radiculares foram submetidos ao teste de infiltração de glicose sob pressão (103 KPa), durante 60 min. A concentração de glicose infiltrada foi determinada por um espectrofotômetro, e os dados analisados pelo teste qui-quadrado (p < 0,05). Para a avaliação da RU, 80 discos de dentina com 2 mm de espessura foram obtidos do seccionamento transversal de raízes de dentes humanos. O espaço do canal radicular foi alargado com brocas Gates-Glidden nos 2 a 5 para obter cavidades estandardizadas de 1,3 mm. As secções radiculares foram imersas em EDTA 17% seguido por NaOCl 1%, e secas. Após, o espaço do canal foi preenchido com Biodentine e os discos divididos em 2 grupos de acordo com o meio de armazenamento: G1 (n = 40): ambiente com algodão úmido; G2 (n = 40): PBS. Após 30 min, 1, 3 e 28 dias, 10 amostras de cada grupo foram submetidas ao teste push-out. Os dados foram analisados estatisticamente pelos testes ANOVA e Tukey (p < 0,05). Com relação ao teste de infiltração, traços de glicose foram observados em maior número de amostras que receberam o plug apical de Biodentine (p < 0,05). A exposição dos cimentos ao PBS intracanal não exerceu influência sobre o selamento. Em relação ao teste push-out, o contato com PBS proporcionou menores valores de RU (p < 0,05), exceto no período de 1 dia (p = 0,6017). Nas amostras do G1, a RU aumentou até 3 dias (p < 0,05). Nas amostras do G2, a RU aumentou no período de 30 min para 1 dia (p < 0,0001), e permaneceu estável até 3 dias (p = 0,9876). Aos 28 dias, foi observada uma queda significativa no valor de RU em ambos os grupos (p < 0,05). Foi possível concluir que o Biodentine apresentou uma capacidade de selamento inferior à do MTA; e, de maneira geral, sua RU aumentou gradativamente até 3 dias e diminuiu aos 28 dias. A exposição dos dois cimentos ao PBS não exerceu influência na sua capacidade de selamento e reduziu a RU do Biodentine à dentina.<br>Abstract : A new material based on tricalcium silicate (Ca3SiO5) - Biodentine was launched in the market as an alternative to the MTA. According to the manufacturer, is considered a repair material for different clinical situations. However, it is not known if, like the MTA, the sealing ability and bond strength to dentin of Biodentine can be improved after interaction with phosphate-buffered saline (PBS). Then, the aim of this study were: i) to evaluate and compare, using a glucose leakage system, the sealing ability provided by apical plugs of MTA and Biodentine an ex vivo apexification model, and ii) to analyse the influence of exposure and time of contact of phosphate buffered saline (PBS) to Biodentine on the push-out bond strength (BS). To evaluate the sealing, the space of the canal of 100 root segments with about 12 mm long was shaped using Gates-Glidden. After created an apical retrograde cavity and final canal rinse with 17% EDTA followed by 1% NaOCl, the root segments were randomly divided into 4 groups (n = 25) according to the materials used to form the apical plug and the contact of the plug with PBS: G1 ? Biodentine; G2 - Biodentine + PBS intracanal dressing; G3 - MTA e G4 - MTA + PBS intracanal dressing. All access openings were filled with Cimpat Rosa and all root segments were introduced in floral foams moistened with PBS. After 2 months, all root segments were prepared to evaluate the glucose leakage under pressure (103 KPa) for 60 min. The amount of glucose leakage was quantified by a spectrophotometer and the data were analyzed using chi-square test (p < 0.05). To evaluate the BS, 80 dentine sections with 2-mm-thick were obtained from section transversal of human teeth roots. The space of the canal was enlarged using Gates-Glidden burs numbers 2?5 to obtain 1.3-mm-diameter standardized cavities. The sections were immersed in 17% EDTA followed by NaOCl 1%, and were dried. After, the space of the canal were filled with Biodentine and the discs were divided into two groups according to the storage: G1 (n = 40): storage with moistened cotton; G2 (n = 40): PBS. After 30 min, 1, 3 and 28 days, 10 samples of each group were submitted to the push-out test. Data were analyzed using the ANOVA and Tukey test (P < 0.05). With respect to the leakage test, traces of the glucose were observed in a higher number of samples that received Biodentine apical plug (p < 0.05). The exposure of both sealers to PBS intracanal dressing did not influence the sealing ability. With respect to the push-out test, the samples exposed to PBS had lower BS (P < 0.05), except at 1 day (p = 0.6017). The G1, the BS increased each time until 3 days (p < 0.05). The G2 samples, the BS increased within 30 min to 1 day (p < 0.0001), and maintained stable until 3 days (p = 0.9876). At 28 days, were observed a significant decrease of the BS in both groups (p < 0.05). It was concluded that the Biodentine had lower sealing ability than MTA, and generally, the BS increased progressively until 3 days and decreased at 28 days. The exposure of both sealers to PBS did not influence the sealing ability and promoted lower values of BS to Biodentine to dentine.<br>
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Florianópolis, 2014.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/123353
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View
326186.pdf 1.017Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar