Microcrédito e suas relações com o desenvolvimento local: um estudo de caso sobre o banco da família

DSpace Repository

A- A A+

Microcrédito e suas relações com o desenvolvimento local: um estudo de caso sobre o banco da família

Show simple item record

dc.contributor Universidade Federal de Santa Catarina. en
dc.contributor.advisor Mattei, Lauro
dc.contributor.author Silva, Roniel Antonio da
dc.date.accessioned 2013-07-25T13:58:30Z
dc.date.available 2013-07-25T13:58:30Z
dc.date.issued 2012
dc.date.submitted 2012
dc.identifier.uri https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/103896
dc.description TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Graduação em Ciências Econômicas. en
dc.description.abstract Este trabalho discute o tema do microcrédito tendo por objetivo compreender suas relações com o desenvolvimento local a partir da melhoria da qualidade de vida das pessoas. Dentre as principais contribuições, este trabalho traz o histórico sobre o microcrédito como instrumento de crédito e de mudanças econômicas e sociais. A partir disto, são feitas algumas conexões com o desenvolvimento econômico, tendo como foco o território e o local. Há no decorrer do estudo, ainda, uma discussão sobre as principais visões ou paradigmas (emancipatório x liberal) que alguns autores têm definido sobre o microcrédito. O panorama geral do microcrédito no Brasil e em Santa Catarina é analisado com o propósito de situar seu papel na conjuntura econômica atual permitindo ter acesso a algumas das principais experiências de microcrédito no Brasil e também no estado de Santa Catarina. A fim de compreender ainda mais profundamente os impactos do microcrédito sobre a vida das pessoas, realizou-se um estudo de caso sobre o Banco da Família de Lages, uma das instituições pioneiras em microcrédito no estado de SC. A partir de pesquisa de campo chegou-se a resultados que demonstram diversas percepções sobre a contribuição do microcrédito para a melhoria da qualidade de vida e do desenvolvimento local. en
dc.description.abstract This paper aims at discussing microcredit in order to understand its relationship with local development based on improvement of people's quality of life. Among its main contributions, this study reports on the history of microcredit as an instrument of both credit and economic and social changes. Based on that, some relationships are established with economic development focusing on territory and locality. Besides that, this study discusses the main visions and paradigms (emancipatory versus liberal) of some scholars when defining microcredit. Next, an overview of microcredit in Brazil and in Santa Catarina is analyzed in order to situate their role in the current economic conjuncture allowing access to some of the key experiences of microcredit in both Brazil and the state of Santa Catarina. In order to understand more deeply the impact of microcredit on people’s lives, a case study was carried out in the Banco da Família de Lages (Family Bank of Lages), a pioneer microcredit institution in the state of Santa Catarina. Based on the field research, our results show different perceptions about the contribution of microcredit to improve the quality of life and local development. en
dc.format.extent 129 f. en
dc.language.iso pt_BR en
dc.subject Microcrédito en
dc.subject Desenvolvimento econômico en
dc.subject Desenvolvimento local en
dc.subject Banco da Família en
dc.subject Microcredit en
dc.subject Economic development en
dc.subject Local development en
dc.subject Family Bank en
dc.title Microcrédito e suas relações com o desenvolvimento local: um estudo de caso sobre o banco da família en
dc.type TCCgrad en


Files in this item

Files Size Format View Description
Monografia do Roniel da Silva.pdf 1.431Mb PDF View/Open PDF

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar