Avaliação ex vivo da eficácia do root zx e do raypex na determinação do limite apical da instrumentação endodôntica

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Avaliação ex vivo da eficácia do root zx e do raypex na determinação do limite apical da instrumentação endodôntica

Mostrar registro completo

Título: Avaliação ex vivo da eficácia do root zx e do raypex na determinação do limite apical da instrumentação endodôntica
Autor: Grieser, Mariele
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade de dois aparelhos eletrônicos localizarem o forame apical e a constrição apical, limites considerados importantes para a instrumentação endodôntica. Foram empregados 100 dentes humanos, com raízes únicas e completamente formadas. Após o acesso aos canais, os dentes foram medidos pela técnica direta inserindo-se uma lima calibre 15 no canal até que a sua ponta fosse visualizada no bordo mais cervical do forame apical. Nesta posição, um cursor de silicone, adaptado ao intermediário do instrumento, foi deslizado até o bordo de referência e a lima foi, então, removida do canal. A distância compreendida entre o cursor e a ponta da lima foi medida em uma régua com precisão de 0,5 mm, e registrada como comprimento do dente (CD). Depois, cada dente foi medido, duas vezes, pelos dois localizadores apicais eletrônicos: Root ZX e Raypex® 5. Para a primeira medida, a lima foi introduzida no canal até que os aparelhos acusassem que a sua ponta chegou ao forame apical. Com a lima nesta posição, o cursor foi deslizado até o bordo de referência e a lima removida do canal e medida conforme descrito para a técnica direta, sendo o comprimento obtido registrado como comprimento eletrônico/forame (CEF). Para a segunda medida, a lima foi rntroduzida no canal até que os aparelhos acusassem que a sua ponta chegou à constrição apical. Após a remoção da lima, a medida obtida foi registrada como comprimento eletrônico/constrição (CEC). Para avaliar a capacidade dos aparelhos localizarem o forame de cada dente, o CEF foi considerado aceitável quando coincidente com o CD ou ± 0,5 mm diferente. Para avaliar a capacidade dos aparelhos localizarem a constrição apical, o CEC foi considerado aceitável quando coincidente com ou de 0,5 a 1,0 mm menor do que o CD. O percentual de medidas eletrônicas (CEF e CEC) aceitáveis fornecidas pelos aparelhos foi avaliado estatisticamente pelo teste de proporções, num nível de significância de 5%. Considerando o limite de tolerância de ± 0,5 mm, os percentuais de medidas eletrônicas aceitáveis fornecidas pelo Root ZX e Raypex® 5 na localização do forame e da constrição foram de 100% e de 98%, e de 100% e 97%, respectivamente, não havendo diferença significante entre o desempenho dos dois aparelhos.
Descrição: TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Odontologia.
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/103658
Data: 2012-04-10


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização Descrição
Mariele Grieser.pdf 699.7Kb PDF Visualizar/Abrir PDF/A

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar