A ocupação de cuidador de idosos e a relação com a enfermagem

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

A ocupação de cuidador de idosos e a relação com a enfermagem

Mostrar registro completo

Título: A ocupação de cuidador de idosos e a relação com a enfermagem
Autor: Siewert, Josiane Steil
Resumo: Estudo de caráter qualitativo, do tipo descritivo, com objetivo geral de conhecer a prática dos cuidadores ocupacionais de idosos no contexto domiciliar e a relação com a enfermagem, realizado no município de Joinville, SC. Participaram da pesquisa 18 cuidadores ocupacionais de idosos. As entrevistas foram realizadas nos meses de junho e julho de 2012. Dados colhidos através de entrevista semiestruturada, para analise foi utilizado o método de Análise de Conteúdo de Bardin (2011). As cinco categorias que emergiram dos dados foram: Tornando-se cuidador, Sendo cuidador, O fazer do cuidador, O contexto de trabalho do cuidador e as Relações que emergem do cuidado ao idoso, que por sua vez compuseram o tema central A prática de cuidado ao idoso. Os resultados mostraram que o cuidador ocupacional é a mulher, com idade média de 52 anos, formação escolar até a quarta série, sem cursos complementares. A jornada de trabalho é de 12 horas semanais, com salário no valor aproximado de R$ 1.210,65. Percebeu-se que enquanto o idoso pode se ajudar, os cuidadores realizam as atividades domésticas mais leves, como lavar a louça e a roupa e preparar as refeições dos idosos. No entanto, com o agravamento da condição do idoso, eles vão deixando essas atividades e assumem outras relacionadas ao cuidado direto ao idoso. As condições para exercer a função variam conforme as condições e necessidades de cada família. O cuidado ao idoso para estes trabalhadores envolve conhecimentos básicos como organização do lar, preparo de alimentos e ter paciência para lidar com o idoso e sua agressividade. Acreditam que a experiencia de cuidar de pessoas é o suficiente para o exercício da função. Algumas atividades relatadas são exclusivas de profissionais de saúde, como aplicação medicação via parenteral, reforçando a necessidade de se discutir os limites entre o trabalho do cuidador ocupacional de idosos e a sua relação com a profissão de enfermagem. Ao idoso deve-se garantir um cuidado livre deriscos e danos a sua saúde, cabendo à enfermagem refletir sobre a sua responsabilização. Essa discussão deve ter como foco o idoso e suas necessidades.<br>Abstract : Qualitative study, descriptive, aiming to understand the general practice of occupational caregivers of elderly in the home context and its relationship with nursing, held in the city of Joinville, SC. Participants were 18 elderly occupational caregivers. The interviews were conducted during June and July of 2012. Data collected through semi-structured interview. It was used to analyze the method of content analysis of Bardin (2011). The five categories that emerged from the data were: Becoming a caregiver, Being a caregiver, Caregiver's attributes, the caregiver's work context and relations that emerge from elderly care, which in turn formed the central theme The practice of elderly care. The results showed that the occupational caregiver are women with a mean age of 52 years, schooling until the fourth grade without additional courses. The workday is 12 hours, with earnings of approximately R $ 1,210.65. It was realized that while the elderly is able to take care of him/herself, the caregivers perform lighter household activities, like washing the dishes and the do the laundry and prepare meals for the elderly. However, with the worsening condition of the elderly, they will leave and take such other activities related direct to the elderly care. The conditions for exercising the function vary according to the conditions and needs of each family. The elderly care for these workers involves basic knowledge as home organization, food preparation and patience in dealing with the elderly and their aggressiveness. They believe that the experience of caring for people is enough to carry out his function. Some activities are reported exclusive of health professionals, such as application parenteral medication, reinforcing the need to discuss the boundaries between the work of occupational caregivers of elderly and its relationship with the nursing profession. It is necessary should ensure a care free of risk and harm to the elderly, fitting to nursing reflect on their accountability. This discussion should be focused on the elderly and their needs.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saude, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2012
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/103409
Data: 2012


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
316541.pdf 1.337Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar