Necessidades humanas e diagnósticos de enfermagem na assistência a pessoas com HIV/AIDS em UTI

DSpace Repository

A- A A+

Necessidades humanas e diagnósticos de enfermagem na assistência a pessoas com HIV/AIDS em UTI

Show full item record

Title: Necessidades humanas e diagnósticos de enfermagem na assistência a pessoas com HIV/AIDS em UTI
Author: Baldin, Sonciarai Martins
Abstract: Assistir pessoas com HIV/aids internadas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é um desafio para enfermeiros e enfermeiras, tal é a gravidade da condição de saúde e a complexidade da assistência requerida. O processo de enfermagem e o diagnóstico de enfermagem como uma de suas etapas é a ferramenta utilizada por enfermeiros e enfermeiras para direcionar o cuidado. O objetivo da pesquisa foi descrever as necessidades humanas e diagnósticos de enfermagem, características definidoras e fatores relacionados e de risco da classificação diagnóstica da NANDA-International (NANDA-I) na assistência a pessoas com HIV/aids em UTI. Pesquisa do tipo observacional-descritiva, de metodologia quantitativa, realizada numa UTI de Florianópolis/SC, no período de setembro a dezembro de 2009. Amostra do tipo não-probabilística, temporal. Os sujeitos foram 10 pessoas adultas com diagnóstico confirmado de HIV/aids internadas na UTI naquele período. A pesquisadora elaborou os diagnósticos de enfermagem diariamente durante a permanência dos sujeitos na UTI, a partir de informações obtidas por meio do histórico de enfermagem, anamnese e exame físico. Os dados relacionados aos diagnósticos identificados foram registrados num instrumento desenvolvido especialmente para este fim, a partir do modelo de Benedet e Bub e da classificação diagnóstica da NANDA-I. Análise foi realizada por meio de freqüências absoluta e relativa. Os resultados foram apresentados na forma de dois artigos. No artigo 1 foram descritas as necessidades humanas e os diagnósticos de enfermagem mais freqüentes na assistência a pessoas com HIV/aids em UTI. Destacaram-se as necessidades: Integridade física, Hidratação, Segurança física e meio ambiente, Cuidado corporal, Alimentação, Regulação térmica, Atividade física, Oxigenação e comunicação. Dentre os 43 diagnósticos observados, 11 ocorreram com frequência acima de 80% nas 61 avaliações realizadas: Proteção alterada, Risco para infecção, Integridade da pele prejudicada, Integridade tissular prejudicada, Risco para prejuízo da integridade da pele, Síndrome do déficit do autocuidado, Risco para desequilíbrio dos fluídos corporais, Risco para déficit no volume de líquidos, Desobstrução ineficaz das vias aéreas, Incapacidade para manter respiração espontânea e Comunicação prejudicada. A partir do conhecimento das necessidades e dos diagnósticos mais evidentes, pode-se planejar intervenções de cuidados direcionadas a este grupo de pessoas na terapia intensiva. No artigo 2 foram descritos os componentes dos diagnósticos de enfermagem da NANDA-I dentre os mais freqüentes observados na assistência a pessoas com HIV/aids na UTI. Foram identificados 11 diagnósticos com frequência acima de 80% nos quais haviam 55 fatores relacionados e 56 características definidoras nas pessoas nas avaliações realizadas na UTI. Foram 31 fatores de risco vinculados aos diagnósticos mais frequentes. A ciência dos componentes dos diagnósticos permite direcionar as intervenções de cuidado de enfermagem para as necessidades das pessoas com HIV/aids em UTI. O diagnóstico de enfermagem é o resultado do raciocínio e do julgamento clínico acerca da condição de saúde da pessoa, a partir do qual é possível planejar de forma mais precisa as intervenções de responsabilidade dos enfermeiros e enfermeiras. Ou seja, intervir preventivamente e minimizar riscos nas pessoas com HIV/aids na UTI de acordo com as necessidades e os diagnósticos mais freqüentes identificados.Care people with HIV/AIDS admitted to the intensive unit care is a challenge for nurses, such is the severity of health condition and complexity of care required. The nursing process and nursing diagnosis as one of its step is the tool used by nurses to guide the care. The research aim was to describe human needs and nursing diagnoses, defining characteristics and related factors and of risk of the diagnostic classification of NANDA-International (NANDA-I) to assist people with HIV /AIDS in the ICU. The research was observationaldescriptive, quantitative methodology, conducted in an ICU of Florianopolis/SC, in the period from September to December 2009. Sample non-probabilistic, temporal. The subjects were 10 adults with confirmed diagnoses HIV /AIDS admitted to the ICU during this period. The researcher developed the nursing diagnoses daily during the ICU stay of subjects, from information obtained through the history of nursing, medical history and physical examination. Analysis was performed by means of absolute and relative frequencies. The results were presented in the form of two articles. In the first article, we described the human needs and nursing diagnoses more frequent in assisting people with HIV /AIDS in the ICU. Highlights were the needs: Physical integrity, Hydration, Physical security and environment, Body care, Food, Temperature control, Physical activity, Oxygenation and Communication. Among the 43 diagnoses observed, 11 occurred at frequencies above 80% in the 61 evaluations performed. Modified protection, Risk for infection, Impaired skin integrity, Impaired tissue integrity, Risk for impaired skin integrity, Self-care deficit syndrome, Risk for imbalance of body fluids, Risk for fluid volume deficit, Ineffective airway, Inability to maintain spontaneous breathing and Communication impaired. From the knowledge of needs and diagnoses more evident, can be planned care interventions targeted at this group of people in intensive care. Were described in second article the components of the nursing diagnoses of NANDA-I among the most frequently observed in the care of people with HIV /AIDS in the ICU. 11 diagnoses were identified with frequencies above 80% in which 55 were related factors and 56 defining characteristics in people in the 12 assessments performed in the ICU. There were 31 risk factors linked to diagnoses more frequently. The science of the components of the diagnosis allows direct the intervention of nursing care for the needs of people with HIV /AIDS in the ICU. The nursing diagnosis is the result of reasoning and clinical trial on the condition of health person, from which you can plan more precisely the interventions of nurse#s responsibility. In other words, preventive action and minimize risks in people with HIV /AIDS in the ICU according to the needs and the most common diagnoses identified.
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2010
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/103260
Date: 2013-07-16


Files in this item

Files Size Format View
286686.pdf 925.5Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar