Dinâmica de atributos físicos e químicos em solo sob plantio direto adubado com dejetos suínos e uréia

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Dinâmica de atributos físicos e químicos em solo sob plantio direto adubado com dejetos suínos e uréia

Mostrar registro completo

Título: Dinâmica de atributos físicos e químicos em solo sob plantio direto adubado com dejetos suínos e uréia
Autor: Dortzbach, Denilson
Resumo: O uso de dejetos de suínos na cultura do milho em regiões produtoras de suínos é uma prática cada vez mais freqüente no Sul do Brasil, cujos efeitos no solo são ainda pouco avaliados pela pesquisa. Diante disso, o objetivo desse trabalho foi o de avaliar os atributos físicos e químicos do solo comparando a utilização de diferentes fontes de nutrientes e o impacto do uso de dejetos suínos na lixiviação de NO3- e metais pesados. O experimento foi desenvolvido durante o período 2007/2008, em área experimental no município de Braço do Norte, SC, que vem sendo monitorada quanto a aplicação dos dejetos, desde 2002. O delineamento empregado foi o de blocos ao acaso com sete tratamentos e três repetições. Os tratamentos foram constituídos por cama sobreposta de suínos (CS), dejeto líquido de suínos (DL) e adubação química (AQ), todos com dois níveis de adubação uma e duas vezes a recomendação de N da cultura do milho e pela testemunha (T) sem adubação. Foram realizadas avaliações na camada de 0-5 cm para os atributos físicos e os químicos foram avaliados em quatro profundidades nas camadas de 0-15, 15-30, 30-45 e 45-60 cm em seis datas durante o ciclo do milho. As adubações orgânicas promoveram alterações na maioria dos atributos analisados com pequenas diferenças entre si quanto aos atributos físicos após cinco anos de aplicação no solo. As maiores diferenças foram observadas nos atributos químicos, com os maiores valores observados na camada superficial do solo, mas diminuindo em profundidade, exceto para o Al. O P e K apresentaram valores muito altos no solo inclusive em profundidade. Os resultados indicam a ocorrência de lixiviação de NO3- e concentração de Zn, Cu e Mn no solo, porém ainda não em níveis críticos no solo.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas, Florianópolis, 2009
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/103239
Data: 2013-07-16


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
270012.pdf 3.043Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar