Reflexões sobre os referenciais de análise em bioética no ensino da naturologia no Brasil à luz da bioética social

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Reflexões sobre os referenciais de análise em bioética no ensino da naturologia no Brasil à luz da bioética social

Mostrar registro completo

Título: Reflexões sobre os referenciais de análise em bioética no ensino da naturologia no Brasil à luz da bioética social
Autor: Hellmann, Fernando
Resumo: As possíveis relações entre Bioética e Naturologia estão presentes no desejo dessas áreas de conhecimento zelarem pelo bem-estar humano e do planeta, também no enfrentamento do desafio de superar perspectivas da práxis de âmbito individual e de caminhar na direção do bem comum coletivo. Considerando que há diferentes enfoques em Bioética, apresenta-se a Bioética Social como possível marco teórico para propor reflexões acerca dos desafios atuais da Naturologia frente a atenção à saúde coletiva. Assim, este estudo tem por objetivo discutir, à luz da Bioética Social, os temas e os referenciais de análise em Bioética presentes no ensino de Naturologia no Brasil e suas implicações para a formação do naturólogo. Este é um estudo qualitativo-descritivo, realizado por meio de investigação documental e de campo, desenvolvido em duas universidades brasileiras que abrigam o curso de Naturologia. Participaram como sujeitos da pesquisa vinte docentes. As informações foram obtidas em dois momentos: no primeiro, procedeu-se a coleta de dados documentais, em que foram selecionados e analisados trinta e seis planos de ensino, que continham temas de interesse à Bioética. No segundo, foram entrevistados vinte professores visando conhecer como era realizado o processo de ensino-aprendizagem frente aos temas encontrados. Os dados foram tratados através da análise de conteúdo. Os resultados são apresentados em dois artigos. O primeiro, responde à questão central do estudo, expondo os temas e referenciais bioéticos estudados transversalmente no curso, em cinco categorias: (1) Da relação terapêutica à ecologia: temas bioéticos presentes no ensino da Naturologia; (2) A relação terapêutica na Naturologia: enfoque do cuidado na Bioética; (3) Fundamentos da Naturologia: do enfoque naturalista à naturalização dos problemas sociais; (4) Das virtudes à deontologia: pluralidade de enfoques no ensino da Naturologia; (5) Vocação, presença e desafios da Bioética Social no curso de Naturologia. O segundo artigo versa sobre como se dá o estudo da ética, da deontologia e da bioética no curso, em quatro categorias: (1) Características gerais das disciplinas que envolvem o estudo da ética, bioética, e deontologia; (2) Bioética enquanto disciplina no curso de Naturologia: temas e referenciais de análise; (3) Abordagens teóricas da ética estudadas na Naturologia: um olhar a partir da Bioética Social; (4) O estudo da deontologia no ensino da Naturologia. Considera-se que, atualmente, o ensino de Naturologia tende a formar o naturólogo para o cuidado à saúde individual, mas não para a atenção à saúde coletiva e informa o acadêmico que há problemas sociais, mas não possibilita a capacitação de um profissional socialmente comprometido. Faz-se necessário ampliar conteúdos de caráter sóciopolítico no ensino e habilitar os referenciais à ótica da Bioética Social.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública, Florianópolis, 2009.
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/103235
Data: 2013-07-16


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
269954.pdf 2.403Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar