Análise da viabilidade de enxertos de tecido conjuntivo subepitelial submetido a um processo de expansão mecânica: estudo histológico em cães

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Análise da viabilidade de enxertos de tecido conjuntivo subepitelial submetido a um processo de expansão mecânica: estudo histológico em cães

Mostrar registro completo

Título: Análise da viabilidade de enxertos de tecido conjuntivo subepitelial submetido a um processo de expansão mecânica: estudo histológico em cães
Autor: Benfatti, Cesar Augusto Magalhães
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar histologicamente a viabilidade de enxertos conjuntivos subepiteliais expandidos mecanicamente. Foram colhidas 16 amostras de tecido conjuntivo do palato de 8 cães da raça Beagle. Metade das amostras foi submetida ao tratamento de expansão. Após esse processo, elas foram enxertadas subepitelialmente na região de canino. Na região contralateral realizou-se a enxertia, contudo o tecido conjuntivo não foi expandido. Sessenta dias após, foram colhidas biópsias dessas áreas, analisadas histologicamente por meio de microscopia óptica de luz, microscopia confocal a laser e imuno-histoquímica para células endoteliais (anticorpo CD31). Em nenhuma das análises realizadas foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre o grupo controle e o grupo teste. Com este trabalho, conclui-se que essa nova forma de aumentar a área dos enxertos de tecido conjuntivo, além de ser biologicamente viável, diminui os riscos cirúrgicos e a morbidade pós-operatória, sem gerar aumento do custo e do tempo de procedimento. The aim of this study was to evaluate histologically the viability of mechanically expanded subepithelial connective tissue grafts. Sixteen samples of palatal connective tissue were collected from eight beagle dogs. Half of the samples were subjected to the expansion procedure and used as subepithelial grafts on the canine region, and the samples not subjected to expansion were grafted to the contralateral side. After sixty days, biopsies were collected from these sites, examined histologically by light and confocal laser microscopy, and immunohistochemically with anti-CD31 antibody for endothelial cells. There were no significant differences between the control and test groups. It was concluded that this new method to expand the area of connective tissue grafts is not only biologically viable, but also decreases surgical risks and postoperative morbidity, without increasing costs and processing time.
Descrição: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/103218
Data: 2008


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar