Avaliação da sustentabilidade da mineração de cobre e manganês em Carajás (PA) utilizando o método gaia e os indicadores de ecoeficiência

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Avaliação da sustentabilidade da mineração de cobre e manganês em Carajás (PA) utilizando o método gaia e os indicadores de ecoeficiência

Mostrar registro completo

Título: Avaliação da sustentabilidade da mineração de cobre e manganês em Carajás (PA) utilizando o método gaia e os indicadores de ecoeficiência
Autor: Santos Júnior, Agenor Viriato dos
Resumo: Em virtude da identificação da carência de ferramentas que pudessem medir de maneira aceitável a sustentabilidade na mineração, bem como auxiliar na manutenção e melhoria de boas práticas ambientais de busca da sustentabilidade neste tipo de organização produtiva, busca-se neste estudo uma metodologia para avaliar a sustentabilidade na área de mineração e garantir a sua melhoria contínua através do uso do conceito de ecoeficiência. Para tanto, utilizou-se como embasamento para viabilizar esta proposta, o Método GAIA - Um método de gerenciamento de aspectos e impactos ambientais proposto por Leripio (2001), que fundamenta-se em conceitos e instrumentos conhecidos e reconhecidos pela comunidade científica para a busca da sustentabilidade. Este trabalho faz adaptações no Método GAIA, com o intuito de aproveitá-lo também como uma ferramenta que possa gerar indicadores de ecoeficiência, e que possa também, a partir do monitoramento e controle destes indicadores, garantir a melhoria contínua da sustentabilidade da mineração, em especial a mineração de manganês e de cobre na região de Carajás no sul do Pará, Brasil. O instrumento foi aplicado em duas Minas, a Mina de Manganês do Azul e a Mina de Cobre do Sossego, ambas pertencentes à Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). Nos resultados da aplicação pôde-se verificar o índice de sustentabilidade atual das organizações estudadas segundo o método aplicado, bem como a geração de 44 indicadores de ecoeficiência para a mina de manganês e 58 indicadores para a mina de cobre. Os indicadores gerados pela metodologia proposta estão em sintonia com os conceitos e critérios da ecoeficiência e sustentabilidade. Se monitorados e controlados conforme indicado neste trabalho poderão contribuir muito para a melhoria contínua da sustentabilidade destes empreendimentos.. O trabalho pode vir a ser aplicado em qualquer empresa do setor de extração mineral e que trabalhe com qualquer tipo de minério.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/103068
Data: 2005


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
228089.pdf 846.4Kb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar