Mulheres na economia solidária: reflexos da reestruturação produtiva - o caso das maricultoras associadas à Federação das Associações de Maricultores do Estado de Santa Catarina

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Mulheres na economia solidária: reflexos da reestruturação produtiva - o caso das maricultoras associadas à Federação das Associações de Maricultores do Estado de Santa Catarina

Mostrar registro completo

Título: Mulheres na economia solidária: reflexos da reestruturação produtiva - o caso das maricultoras associadas à Federação das Associações de Maricultores do Estado de Santa Catarina
Autor: Amorim, Luciana Martins
Resumo: O presente estudo teve como objetivo investigar as características sócio-econômicas das mulheres envolvidas com a maricultura, participantes da Federação das Associações de Maricultores do Estado de Santa Catarina (FAMASC) e a expressão das relações de gênero no trabalho, nos municípios de Florianópolis, São Francisco do Sul, Penha, Governador Celso Ramos e Palhoça. Trata-se de um estudo com grande relevância social, por ser pioneiro a estudar as mulheres em um setor cujo crescimento é expressivo em Santa Catarina - a maricultura - e por tentar contribuir para o processo de reflexão das mulheres envolvidas com a maricultura no que diz respeito às suas condições de vida e de trabalho. Este trabalho caracteriza-se por apresentar uma orientação de análise crítica, diferente dos estudos a-críticos e gerencialistas, pois leva a um processo de reflexão, tanto do mundo do trabalho como estudo de gênero, focando a Economia Solidária. A pesquisa de caráter exploratório e descritivo recebeu uma abordagem qualitativa optando-se pelo procedimento metodológico de estudo multi-casos, realizados nos cinco municípios em que a FAMASC possui entidades filiadas. As informações foram obtidas através de observação pessoal, diário de campo e entrevistas semi-estruturadas. Os dados primários receberam tratamento por meio de análise de conteúdo e os dados secundários por meio da análise documental. As conclusões obtidas indicam a forte presença da questão de gênero no trabalho da maricultura, em questões ligadas à participação nas Associações e no que diz respeito à tomada de decisão em reuniões e assembléias. Foi constatada uma contradição com os princípios de igualdade propostos pela Economia Solidária.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Administração.
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/102535
Data: 2005


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar