Percepções sócio-ambientais em unidades de conservação: o Jardim de Lillith?

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Percepções sócio-ambientais em unidades de conservação: o Jardim de Lillith?

Mostrar registro completo

Título: Percepções sócio-ambientais em unidades de conservação: o Jardim de Lillith?
Autor: Sammarco, Yanina Micaela
Resumo: Este estudo teve como objetivo pesquisar, através das percepções dos atores, as questões sócio-ambientais relacionadas às comunidades do entorno da Reserva Biológica da Serra Geral, fomentando os estudos sobre as relações Ser Humano na Natureza como ferramenta da Educação Ambiental e Planejamento Ambiental de Unidades de Conservação. Para tanto foi usada a abordagem multi-métodos com os atores (Moradores; Professores; Alunos; Entidades da Sociedade Civil; Funcionários da Reserva; Instituições Governamentais) envolvidos com a Reserva Biológica da Serra Geral/SEMA, baseando-se nos métodos qualitativos de obtenção de dados e análise dos dados através da interpretação do discurso. As percepções dos atores foram analisadas em 6 categorias de análise (Morada, Vizinhança, Jardim Aberto, Jardim Fechado, Cerca, Tempo e Vento...) consideradas parte de uma Paisagem Complexa. Obtivemos dessa forma, as percepções dos atores quanto suas relações com o ambiente local, suas opiniões sobre a Reserva e seus comportamentos como ser humano na natureza na relação contemporânea de moradores de entorno de uma Unidade de Conservação entre outras questões sócio-ambientais. Observamos que a partir do referencial teórico e das falas que a funcionalidade das UC#s está sendo questionada, desde os paradigmas científicos, os seus objetivos, suas utilidades, seus poderes e sua eficiência. Assim como tem sido questionadas a identidade humana e suas relações de vida a partir da história construída com suas naturezas interiores e exteriores. Vemos que a partir destas reflexões realizada neste estudo de caso existe a necessidade de transformar estes espaços em mais do que ilhas de natureza intocada transformá-las em Unidades Sócio-Ambientais na qual a herança natural e cultural dos seres vivos é preservada para a integridade do Planeta.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológco. Programa de Pos-Graduação em Engenharia Ambiental.
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/102026
Data: 2005


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
221520.pdf 2.673Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar