A nasalidade distintiva no início da aquisição da escrita

DSpace Repository

A- A A+

A nasalidade distintiva no início da aquisição da escrita

Show simple item record

dc.contributor Universidade Federal de Santa Catarina en
dc.contributor.advisor Lopes, Ruth Elisabeth Vasconcellos en
dc.contributor.author Mendonça, Clara Simone Ignácio de en
dc.date.accessioned 2013-07-15T23:29:17Z
dc.date.available 2013-07-15T23:29:17Z
dc.date.issued 2005
dc.date.submitted 2005 en
dc.identifier.other 222774 en
dc.identifier.uri http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/101895
dc.description Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Linguística en
dc.description.abstract Avaliar a linguagem escrita em crianças em fase inicial de aquisição é uma tarefa delicada. A escola, por não contar com um conhecimento lingüístico consistente, muitas vezes caracteriza como erro as operações lingüísticas da criança, encaminhando estes casos para avaliação na clínica fonoaudiológica. Este estudo tem como objetivo analisar as hipóteses de escrita de crianças em fase inicial de aquisição da escrita, tendo como foco a nasalidade contrastiva do português, buscando explicações, principalmente na fonologia auto-segmental, para as hipóteses das crianças. O estudo da nasalidade nos levou à discussão do sistema vocálico do português ponto delicado da fonologia da língua. O material analisado foram as produções escritas de crianças de primeira, segunda e terceira série do ensino fundamental, das quais os dados foram retirados, classificados e analisados. Os dados, alguns deles singulares, revelaram que, no início da aprendizagem, a criança, para dominar o novo sistema, opera com sua representação fonológica subjacente da língua, com a realização fonética e ainda com as regras ortográficas que regem a nasalidade na escrita do português, ficando clara a influência da fala e seu conhecimento fonológico da língua na escrita inicial. As principais conclusões são de que a nasalidade é um segmento complexo para as crianças que começam a aprender a língua escrita, e que a criança oscila entre hipóteses de não representar a nasalidade na escrita ou representá-la transgredindo as regras ortográficas, dando preferência para a marcação da consoante nasal e não da vogal nasal. en
dc.format.extent 1 v.| il., grafs. en
dc.language.iso por en
dc.publisher Florianópolis, SC en
dc.subject.classification Linguística en
dc.subject.classification Lingua portuguesa - en
dc.subject.classification Fonologia en
dc.subject.classification Lingua portuguesa en
dc.subject.classification Escrita en
dc.subject.classification Criancas - en
dc.subject.classification Escrita en
dc.subject.classification Nasalidade (Fonética) en
dc.subject.classification Criancas - en
dc.subject.classification Linguagem en
dc.title A nasalidade distintiva no início da aquisição da escrita en
dc.type Dissertação (Mestrado) en


Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar