A dependência química e o funcionamento familiar à luz do pensamento sistêmico

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

A dependência química e o funcionamento familiar à luz do pensamento sistêmico

Mostrar registro completo

Título: A dependência química e o funcionamento familiar à luz do pensamento sistêmico
Autor: Orth, Anaídes Pimentel da Silva
Resumo: A presente pesquisa tem como temática central a família e a dependência química, tendo como base teórica o pensamento sistêmico, no qual está alicerçado o contexto, o padrão relacional dos diferentes atores e sistemas envolvidos. O objetivo deste trabalho foi investigar a estrutura e dinâmica das famílias com um ou mais membros, que estabelecem uma relação de dependência com substâncias psicoativas, que encontra-se em tratamento no Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas - CAPSad. Para o desenvolvimento deste trabalho, utilizou-se o método descritivo-qualitativo no qual foram realizadas entrevistas semi-estruturadas que subsidiaram a construção do genograma trigeracional das seis famílias participantes da pesquisa. Os dados obtidos foram submetidos a uma análise de conteúdo, após organizados e agrupados em categorias. Os resultados evidenciaram temas como: início e evolução do uso precoce de droga pelo indivíduo; modelo adicto pelos pais e os membros das gerações anteriores; relacionamentos empobrecidos com os pais, havendo ausência de normas e regras claras; instabilidade familiar; distorção de afetos; doenças mentais pelos pais e gerações anteriores; mortes ocasionadas por doenças devido ao uso de substância psicoativa; carência de vínculos familiares, escolares e comunitários; prevalência de atitudes anti-sociais; comportamentos de mentira, vergonha, culpa, segredos; dificuldade de diferenciação, dentre outros. Como conclusão deste trabalho confirma que: a) as famílias são co-autoras tanto para o surgimento e evolução do abuso da droga, como na busca de tratamento dos membros; b) a impossibilidade de tratar somente o membro adicto devendo sempre incluir-se a família e instrumentá-la com intervenções efetivas; c) ser o genograma não somente um instrumento clínico, interventivo, mas um instrumento eficaz de pesquisa. This research has as central thematic, the family and the chemical dependency. Its theoretical basis is supported on the systemic thought on which it is based the context, the relational pattern of the different actors and involved systems. The aim of this paper was to investigate the structure and dynamics of families with one or more psychoactive substances addicted members, in which one individual participated in a treatment at the Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas - CAPSad. To develop this work, the descriptive qualitative method was used, carrying out semi structured interviews which subsidized the creation of a genogram over three generations of the six families which participated in the research. The obtained data were submitted to a content analysis, after being organized and grouped in categories. The results made the following themes evident: beginning and evolution of the precocious drug use; parental and previous generation drug use model; impoverished relationship with parents; lack of clear rules; family instability; affection distortion; parental and previous generation mental disorders; deaths caused by illnesses related to psychoactive substances use; lack of family, school and community ties; prevalency of antisocial attitudes; lie behaviors, shame, guilt, difficulty in differentiation, among others. As a conclusion, we confirm that the families are co-authoress as for the emergence and evolution of the drug abuse as for the search of treatment of their members; the impossibility of treating only the addicted member and because of that, the family should be engaged in the treatment with positive intervention; that the genogram is not just a clinic interventive tool but also an effective research instrument.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/101876
Data: 2005


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
225075.pdf 1.631Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar