As relações de trabalho e o ideário cooperativista: um estudo de caso em uma cooperativa de trabalho catarinense

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

As relações de trabalho e o ideário cooperativista: um estudo de caso em uma cooperativa de trabalho catarinense

Mostrar registro completo

Título: As relações de trabalho e o ideário cooperativista: um estudo de caso em uma cooperativa de trabalho catarinense
Autor: Schmidt, Luciane Lehmkuhl
Resumo: A presente dissertação tem por objetivo apresentar e discutir como são vivenciadas as relações de trabalho, analisadas em sua macro-instância política-econômica, e as políticas de recursos humanos numa cooperativa de trabalho, e de que forma afetam os valores e princípios inerentes ao ideário cooperativista. O interesse pela temática decorre dos reflexos da reestruturação produtiva sobre o trabalho na atualidade, principalmente através das formas de terceirização, implementadas mais intensamente nas cooperativas de trabalho e dos poucos estudos que contemplem a mesma problemática. Procuramos analisar as relações de trabalho através das políticas de recursos humanos; e a macro-instância política-econômica, através da terceirização, do desemprego, da precarização do trabalho e das condições de trabalho, frente aos valores e princípios cooperativistas. Utilizamos, para tanto, o método do estudo de caso, com uma abordagem qualitativa, num estudo exploratório/descritivo. Os dados foram coletados através da realização de entrevistas semi-estruturadas. Para a análise de conteúdo foram realizadas leituras verticais e horizontais. Verificou-se um descompasso entre o ideário cooperativista e a prática na organização pesquisada, entre os valores e princípios do cooperativismo e as relações de trabalho. Os cooperados e dirigentes desconhecem os valores e os princípios do cooperativismo, e não mantém programas de educação e de capacitação voltados para uma maior conscientização do que é cooperativismo. As relações de trabalho não estão baseadas em solidariedade e democracia, estabelecendo relações capitalistas entre a organização pesquisada e seus cooperados. Não podemos ampliar o resultado deste estudo para outras cooperativas, mas propomos que outros trabalhos sejam realizados. Estes trabalhos podem divulgar os valores e princípios do cooperativismo e suas práticas democráticas de gestão, de forma a contribuir para uma sociedade mais justa e igualitária.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração, Florianópolis, 2005
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/101677
Data: 2005


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar