Bases para a concepção de modelos em realidades simbólicas

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Bases para a concepção de modelos em realidades simbólicas

Mostrar registro completo

Título: Bases para a concepção de modelos em realidades simbólicas
Autor: Luna, Paulo de Tarso Mendes
Resumo: O paradigma do realismo materialista, profundamente enraizado em nossa sociedade, teve seus principais dogmas refutados pelos avanços do conhecimento científico em várias áreas. É preciso atualizar nossa visão de mundo, em consonância com as novas compreensões que estes avanços tornam possíveis. Tal atualização é necessária para que possamos perceber que vivemos em um sistema simbólico, fruto da história de nossas escolhas arbitrárias e, construído pela linguagem. Além disso, derivamos de nossa biologia e da história de nossa espécie, características específicas, que moldam nossos hábitos e comportamentos e nos tornam seres que utilizam a razão e a linguagem sob a motivação de nossas emoções. Esta Tese identifica potenciais contribuições científicas que possibilitam a adequada atualização de nossa visão de mundo, à luz dos avanços científicos atuais, bem como, contribui para uma nova compreensão das questões básicas inerentes à definição de modelos, em especial de modelos de gestão de risco.
Descrição: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/101587
Data: 2005


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar