Acessibilidade espacial no transporte público urbano: estudo de caso em Joinville-SC

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Acessibilidade espacial no transporte público urbano: estudo de caso em Joinville-SC

Mostrar registro completo

Título: Acessibilidade espacial no transporte público urbano: estudo de caso em Joinville-SC
Autor: Silveira, Carolina Stolf
Resumo: No Brasil, o ônibus é o transporte coletivo mais comum e tem relação direta com o transporte a pé. É um serviço imprescindível e deve poder ser utilizado por todos, inclusive por pessoas com deficiências. Para haver acessibilidade de forma integrada no sistema de transporte público, é necessário que este forneça condições para que o usuário possa orientar-se, deslocar-se, utilizar e comunicar-se em todos os elementos que o englobam. Esta pesquisa faz uma análise do sistema de transporte público por ônibus e a pé na cidade de Joinville-SC e traz recomendações para os seus quatro principais elementos: calçadas, abrigos de ônibus, ônibus e terminal urbano. Primeiramente faz-se um estudo teórico do estado da arte dos principais conceitos afins: deficiências, restrições espaciais, acessibilidade espacial e transporte público urbano, modais ônibus e a pé. Neste último são apresentados sistemas de transporte com características exemplares, no mundo e no Brasil, incluindo sistemas de informação ao usuário do transporte por ônibus, ilustrando características de sistemas acessíveis. Após o estudo teórico, é apresentada a análise dos quatro principais elementos do sistema de transporte por ônibus e a pé na cidade de Joinville. Nessa análise são empregados os métodos da observação, observação participante, passeios acompanhados e entrevistas. Por fim, a partir do estudo realizado, são propostas recomendações para calçadas, abrigos de ônibus, ônibus e terminais, a fim de melhorar o desempenho das atividades realizadas pelos usuários em cada elemento, atendendo aos requisitos de acessibilidade espacial quanto aos seus componentes: orientação espacial, deslocamento, comunicação e uso. O componente orientação destaca-se, uma vez que o sistema de informação ao usuário encontra-se escasso e até inexistente nos elementos analisados. Espera-se que as recomendações sirvam não apenas para a cidade de Joinville, mas também possam contribuir para que sistemas de transporte público similares em outras cidades tornem-se mais acessíveis espacialmente.In Brazil, the bus is the most common type of collective transport and it is directly related to pedestrian transport. It is an indispensible service and it must be useable to everyone, including handicapped people. In order to provide accessibility integrated to the public transport system it is necessary to furnish information to users to provide accessibility in public transport, so that passengers can be aware of directions and afterwards, get around, utilizing and communicating with the elements which circumscribe the system. This research analyzes the public transport system in the city of Joinville-SC and expresses recommendations for the four main elements: sidewalks, bus shelters, vehicles, and the downtown urban bus terminal. First a state-of-the-art technical study was carried out on the main related concepts: on the deficiencies and spatial constraints, spatial accessibilities, and urban public transport, bus models, and pedestrians. In this latest one, exemplary collective transport systems in other parts of the world and in Brazil are presented, including information systems for bus transport users showing possible ways of making the system more accessible. After the theoretical study, analysis of the four main elements of the bus and pedestrian transportation system in the city of Joinville is presented. In this analysis observation, participant observation, accompanied trips, and interviewing methods employed. And in conclusion, based on the studied performed, recommendations have been proposed for sidewalks, bus shelters, buses, and bus terminals to improve the performance of the activities performed by users related to each element to comply with spatial accessibility requirements, regarding the spatial direction is highlighted, as the information system for the user is found to be scare and even inexistent in the analyzed elements. It is hoped that the recommendations are not just for Joinville, but they also can contribute to similar public transport systems in other cities and make them more spatially accessible as well.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/101043
Data: 2012


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
310526.pdf 10.37Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar