Dispositivo de empoderamento em saúde mental de um Centro de Atenção Psicossocial no Brasil

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Dispositivo de empoderamento em saúde mental de um Centro de Atenção Psicossocial no Brasil

Mostrar registro completo

Título: Dispositivo de empoderamento em saúde mental de um Centro de Atenção Psicossocial no Brasil
Autor: Castro Alves, Tarcísia
Resumo: O presente trabalho pretendeu investigar o conceito, as estratégias e os dispositivos de estímulo ao empoderamento reconhecidos pelos principais atores envolvidos no cuidado em saúde mental, em dois serviços de atenção psicossocial, como forma de contribuir para a avaliação de como vem se dando a identificação, caracterização e a apropriação dos dispositivos de empoderamento no processo de Reforma Psiquiátrica no país. Como campo de pesquisa, foram selecionados um Centro de Atenção Psicossocial e um Centro de Convivência, ambos do município de Campinas/SP. Tivemos como sujeitos da pesquisa sete usuários, três familiares e vinte e quatro profissionais da equipe multiprofissional. O estudo de caso tomou a forma de uma pesquisa descritiva e qualitativa, sendo utilizados dois instrumentos para coleta de dados: a entrevista e a observação participante. A entrevista semiestruturada foi utilizada tanto para entrevistas individualizadas, realizadas com os usuários e familiares, quanto para entrevistas coletivas, feitas nas rodas de conversa com os profissionais. A observação participante, auxiliada por um roteiro previamente elaborado, subsidiou a participação em diversos e diferentes espaços no campo de pesquisa. As entrevistas foram gravadas e transcritas, sendo analisadas por meio da identificação de categorias temáticas principais, a partir das quais se buscou fazer uma análise descritiva das visões de cada um dos conjuntos de atores. Como resultados obtivemos que o conceito de empoderamento apresentados por usuários, familiares e profissionais vislumbra a autonomia dos usuários e familiares, perpassando pelo poder de escolha, pelo poder de decisão e pelo poder de serem sujeitos com as suas diversidades e semelhanças. E esses conceitos apresentam-se na prática de grupos e oficinas tendo como pontos em comum a busca pelo protagonismo e pela corresponsabilização dos usuários no seu projeto terapêutico nos serviços e no seu projeto de vida. Espera-se que este trabalho possa contribuir para a compreensão da importância do empoderamento na reinserção das pessoas em sofrimento mental, servindo como ferramenta, como um caminho possível para modificarmos as diversas realidades de cuidado desenvolvidas nos CAPS espalhados pelo Brasil.The present work intended to investigate the concept, the strategies and the devices of encouragement to empowerment recognized by the main actors involved in mental health care, in two day-care psychosocial services, as a way of contributing to the assessment of how the identification, characterization and the appropriation of devices of empowerment in the process of the Psychiatric Reform in the country have been taking place. As a field of research, we selected a day-care psychosocial Center and a Center for Coexistence, both in the municipality of Campinas SP. We had as subjects of the research seven users, three family members and twenty-four multidisciplinary team professionals. The case study took the form of a descriptive and qualitative research, and used two instruments for data collection: the interview and the participant observation. The semi-structured interview was used both for individualized interviews, conducted with users and their families, as well as press conferences, made in the wheels of conversation with the professionals. The participant observation, aided by a previously prepared sequence, subsidized the participation in various and different spaces in the research field. The interviews were recorded and transcribed, being analyzed by means of identifying major themes, from which it was sought to make a descriptive analysis of the views of each of the sets of actors. As a result we obtained that the empowerment concept presented by users, families and professionals envisions autonomy of the users and family, seeping through the power of choice, by the power of decision and by the power of their subjects with their diversity and similarities. And these concepts are presented in groups and workshops taking as points in common the search for the role and by the co-responsibility of users in its therapeutic project in the services and in its life project. It is expected that this work will contribute to the understanding of the importance of empowerment in the reinsertion of people suffering mental disability, serving as a tool, as a possible way to modify the various realities of caring developed in the CAPS all over Brazil.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/100925
Data: 2012


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
310988.pdf 1.514Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar