Peculiaridades do desenvolvimento no Mato Grosso do Sul: formação sócio-espacial e pecuarização

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Peculiaridades do desenvolvimento no Mato Grosso do Sul: formação sócio-espacial e pecuarização

Mostrar registro completo

Título: Peculiaridades do desenvolvimento no Mato Grosso do Sul: formação sócio-espacial e pecuarização
Autor: Bertholi, Anderson
Resumo: A presente tese analisou a formação sócio-espacial Sul-mato-grossense, desde as Três Entradas (Pantanal, Planalto e Sul) até a especialização das variadas etapas de produção de gado de corte com peculiaridades da espaciologia regional. Os influxos da divisão do trabalho, os pactos de poder e os reflexos às múltiplas determinações constituíram, em conjunto, elementos de uma combinação original que têm como coroamento a Consolidação e Demarcação da pecuária pantaneira, uma vez que a tratada arrumação espacial delegou espaços sensíveis às demandas do produtivismo via expansão das áreas de cultura de soja, milho, cana-de-açúcar, eucalipto, etc - o Plantalto-Leste, áreas de amortecimento que mantêm paralelamente atividades tradicionais de pecuária e inovações quanto à chegada de outras culturas e práticas modernas, como o turismo rural - Serra da Bodoquena e Planalto de Maracaju, por fim a área de pecuarização, tradicional e com práticas rústicas adaptadas às inovações (cujo papel do Estado, via atuação da Embrapa/GC é um fator primordial) das demandas da competitividade - o Pantanal Sul-mato-grossense. A modernização pelo espaço estadual, idealizada desde o pacto de poder entre os latifundiários e a burguesia industrial nascente desde a década de 30 (Marcha para o Oeste), elegeu o Pantanal como lócus da atividade pecuária sui generis. A partir das argumentações teóricas e análise de dados, o trabalho evidenciou que a Formação sócio-espacial conduziu dois vieses de Desenvolvimento econômico que impuseram, a cada tempo, especificidades à espaciologia regional, com áreas mais e menos sensíveis aos influxos da divisão do trabalho em diferentes escalas. Analisou-se o comportamento da Indústria Pecuária no Mato Grosso do Sul diante das novas demandas produtivas impostas após a grande crise mundial da década de 70. Da sua gênese ao desenvolvimento, crises e retomadas de crescimento do setor ao longo dos seus mais de 200 anos de história configurando uma peculiar acomodação espacial, a partir do desenvolvimento das forças produtivas, das relações de produção e das formas de propriedade. A tese central é de que, dada a acomodação e conseqüente arrumação espacial, ocorre a gradativa especialização fundada na divisão do trabalho, orquestrando-se pelas relações de poder sobre o território recém-instituido. Nesse contexto, funda-se a regionalização da produção pastoril, ocorre uma emancipação com relação aos mercados de Minas e São Paulo (Mamigonian, 1986) e funde-se a Consolidação e Demarcação da pecuária pantaneira. Baseado na teoria dos pactos de poder de Inácio Rangel, argumentou-se que os reflexos das formações duais brasileiras conduziram essa arrumação de modo a considerar, em cada tempo, o papel da produção regional tanto no contexto da divisão nacional quanto da divisão internacional do trabalho, dada a importância do produto carne no contexto do desenvolvimento econômico em diferentes escalas.<br>Abstract : This thesis analysed the socio-spatial formation South-mato-grossense, since the three entries (Pantanal, plateau and South) to the specialization of the various stages of production of cutting cattle with peculiarities of regional espaciologia. The cash inflows of Division of labor, the Pact of power and reflexes on multiple determinations were, together, elements of a unique combination that are crowning the Shield stockfarming of Pantanal, once the treated space delegated sensitive spaces arrangement demands productivity via expansion of areas of cultivation of soybeans, corn, sugar cane, eucalyptus, etc - the Plantalto-Eastdamping holding areas alongside traditional livestock farming activities and innovations regarding the arrival of other cultures and modern practices, such as rural tourism - Bodoquena plateau and Plateau de Maracaju finally the production area Shielded traditional livestock, with rustic practices adapted to innovations (whose role in the State, Embrapa's operations via/GC is a primary factor) of the demands of competitiveness - the Pantanal Sul-matogrossense. The modernization by state space, idealized since the power Pact between the landowners and the nascent industrial bourgeoisie since the Decade of 30 (March to the West), elected the Pantanal as a locus of Cattle activity sui generis. From the theoretical arguments and data analysis, the work showed that socio-spatial formation led two biases of economic development that have implemented, every time, specificities to espaciologia regional areas more and less sensitive to influxes of Division of labor in different scales. It was examined whether the behavior of livestock industry in Mato Grosso do Sul in the face of new productive demands imposed after the great crisis of the 70 's. From its genesis, development and crises industry growth resumes over its more than 200 years of history by setting a peculiar space accommodation, from the development of the productive forces and production relations, of forms of ownership. The central assumption is that, given the stowage space, accommodation and consequent gradual specialization occurs based on Division of labour and orchestrated by power relations on the territory up created. In this context, is founded the regionalization of pastoral production, emancipation with mine and markets Sao Paulo (Mamigonian, 1986) and merges the Shielding of the Pantanal's Cattle. Based on the theory of the power of Ignatius Rangel pacts, it was argued that the reflection of the dual formations led this way-away Brazilian to consider, at each time, the role of regional production both in the context of National Division and international division of labour, given the importance of meat product in the context of economic development of different scales.
Descrição: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2012
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/100919
Data: 2012


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
314312.pdf 3.163Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar