Custeio de serviços baseado em unidade de medida de produção: o caso de uma empresa do setor de telecomunicações

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Custeio de serviços baseado em unidade de medida de produção: o caso de uma empresa do setor de telecomunicações

Mostrar registro completo

Título: Custeio de serviços baseado em unidade de medida de produção: o caso de uma empresa do setor de telecomunicações
Autor: Ferrari, Mara Juliana
Resumo: O setor de telecomunicações, no geral, e a empresa objeto de estudo em particular, apresentam dificuldades no gerenciamento dos processos e atividades, tanto para a medição quanto para o controle da prestação de serviços. Para minimizar tais problemas, e devido à complexidade para a realização de uma obra, a organização utiliza uma unidade de medida de produção denominada Unidade de Rede (UR). Assim, esta pesquisa tem por objetivo geral analisar o relacionamento entre os "custos" e a "produção" em URs das equipes prestadoras de serviços de telecomunicações denominadas de classe L. Por meio de uma pesquisa exploratória e descritiva, caracterizada como estudo de caso, apresentam-se as características da organização, bem como a descrição do processo produtivo, o que permite identificar as principais variáveis envolvidas, "custos" e "produção". A coleta de dados foi efetuada com base em relatórios gerenciais fornecidos pela empresa, considerando-se a produção mensal e os respectivos custos das equipes de classe L, referente a um período de 24 meses, os quais foram tratados estatisticamente, com uma abordagem predominantemente quantitativa ao problema. Sobre as inferências realizadas, tanto a variável "custos" quanto a variável "produção" apresentam uma distribuição normal, com relativa variação em torno na média, conforme comprovam os coeficientes de variação. Para um conjunto de 154 observações, após a eliminação de extremos, no total das equipes L, verifica-se correlação de 54%. Contudo, para uma amostra reduzida de 66 observações, baseada em formação padrão das equipes, evidencia-se um grau de correlação de 61,12%. Além disso, num maior detalhamento da pesquisa, pode-se verificar que, de forma individual, a equipe L006 apresenta uma correlação positiva e forte (80,61%) entre as variáveis "custos" e "produção" para o mesmo período. Já, somente para os meses em que se observam composições padrão, em termos de formação, para as equipes L005, L001 e L004 evidenciam-se graus de correlação de 92,76%, 65,62% e 98,60%, respectivamente. Por fim, conclui-se que, para as equipes que se mantiveram constantes durante o período analisado, os resultados sugerem uma boa representação numérica para o uso da UR como unidade de medida de produção, conforme o grau de correlação entre as variáveis envolvidas "custos" e "produção", para os serviços de telecomunicações da empresa objeto de estudo.The telecommunication industries, in general, and the company studied in particular have difficulties in managing the processes and activities, both for measurement and for control of service delivery. To minimize such problems and due to the complexity for a service execution the organization employs a unit of measure called Unidade de Rede (UR). Thus, this research aims to analyze the relationship between the costs and the production in URs service providers' teams called class L. Through an exploratory and descriptive research this work is characterized as a case study, since it is presented the characteristics of the organization as well as the description of the production process, which identifies the main variables involved costs and production. The gathering data was carried out based on management reports provided by the company, considering the monthly production and costs of class L teams, referring to a period of 24 months that were statistically analyzed. Regarding the inferences made, both variables costs and production have a normal distribution, with relative variation around the average, as evidenced by the variation coefficients. It was verified the correlation of 54% in a set of 154 observations from L teams, after eliminating the extremes. However, for a reduced sample of 66 observations, based on pattern formation of teams, it was shown a correlation degree of 61.12%. Furthermore, it was possible to verify that team L006, individually, has a strong positive correlation (80.61%) between the variables costs and production for the same period. Nevertheless, only for the months in which were observed standard compositions, in terms of training for teams L001, L004 and L005, become evident correlation degrees of 92.76%, 65.62% and 98.60% respectively. Finally, teams that remained constant during the period analyzed the results suggest a good numerical representation for the use of UR as a unit of production measurements, according to the degree of correlation between the variables costs and production for the telecommunication services of the company under study.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Contabilidade
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/100809
Data: 2012


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
311466.pdf 2.784Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar