Brinquedoteca na escola: entre a instituicionalização do brincar e a estetização do aprender

DSpace Repository

A- A A+

Brinquedoteca na escola: entre a instituicionalização do brincar e a estetização do aprender

Show full item record

Title: Brinquedoteca na escola: entre a instituicionalização do brincar e a estetização do aprender
Author: Benedet, Marina Corbetta
Abstract: Muitas são as discussões na atualidade sobre a função social da escola, discussões essas que vêm exigindo que os sujeitos que participam dessa instituição revejam suas práxis e desenvolvam uma visão crítica do lugar da escola em nossa sociedade. Nesse caminho várias são as propostas construídas na tentativa de ressignificação desse tempo/espaço. Nessas tentativas, vemos crescer os estudos sobre a importância do brincar para os processos de ensinar e aprender, entendendo essa atividade como uma atividade humana cultural e histórica por excelência e sua prática como uma necessidade da criança, objetivação da imaginação e espaço de construção de sentidos # produção da cultura. Nessa perspectiva foi que, sabendo de uma escola onde foi construída uma brinquedoteca como um tempo/espaço para brincar no contexto escolar, questionei como esse tempo/espaço brinquedoteca era significado pelos sujeitos que participavam dessa instituição escolar, ou seja, quais sentidos pais/responsáveis, professores e crianças do Ensino Fundamental atribuíam à brinquedoteca no contexto escolar. Objetivei, assim, analisar como estes sujeitos significavam o brincar na escola, as dissonâncias e consonâncias entre os seus discursos, possibilitando a reflexão sobre a importância da brinquedoteca para o processo de desenvolvimento e aprendizagem, bem como da necessidade desse espaço no contexto escolar. A pesquisa foi realizada com crianças, regularmente matriculadas na 4ª série do Ensino Fundamental, suas respectivas mães e professoras. As informações foram coletadas por meio de entrevistas, entendida como espaço de produção de sentidos, de ressignificação do vivido, arena de trocas mútuas entre entrevistador e entrevistados. As informações foram analisadas pela Análise de Discurso, com base nas contribuições de Bakhtin. As análises possibilitaram perceber o quanto os discursos são polifônicos, entrelaçando-se entre si (discurso de mães, professoras e crianças), bem como são marcados pelo tempo e sociedade da qual participamos. Constatou-se que o brincar é visto por uma lógica dicotômica, onde o aprender deve ser sério, racional e disciplinado e o brincar oposto a isso, não é entendido em relação ao aprender. Assim, a brinquedoteca presenta-se como lugar de contradição à medida que é um tempo/espaço para o brincar em uma instituição para o aprender. Também se fez presente a dicotomia entre a produção de conhecimento e a criação, como se não fosse possível criar dentro da sala de aula, sendo a brinquedoteca lugar de criação/imaginação. Contudo, a brinquedoteca também foi questionada na medida em que é entendida, numa lógica prático-produtiva/prático-utilitária, como perda de tempo em um espaço de aprendizagem. Como conclusões, destaco que a brinquedoteca ao mesmo tempo em que é apontada como um lugar de institucionalização do brincar # espaço permitido para essa atividade dentro da escola # também se apresenta como possibilidade de estetização do aprender # lugar de ressignificação do vivido, (re)criação de sentidos outros para a instituição escolar. Many are the debates, at the present moment, about social school purpose, which is demanding that people of these institutions re-examine, their practice and develop a critical vision of the school role in our society. Looking in this direction, there are several proposals with the objective to try to redefine their spaces. Looking these proposals, what is growing, is the importance of playing, understanding, that this activity, is being looked as a culturand historical human acivity, and children needs this practice, in the process of imagination, building, the feeling ,and production culture. Having this process in mind, and knowing a school ,where this process is being used, through a called #Playing Library#, where space and time to play within the school, I questioned how the fathers/responsabiles, teachers and of course students where looking at this space. My goal, was to check the different opinions , between all the interested citizens, and having a good understanding of the #Playing Library # importance, in the development learning process ,as well as ,the need of this space at school. This research was realized with childrens registred at the 4° year of elementary school, their mother end teachers. The information was collected through interviews called as: sense production space, new interpretation what is being lived, exchange experience arena between interwiewer and interwied. The information was analised through Bathkin contributions, and more specific the Speech Analysis. The analysis shows that the speeches are multiphonic and interact between themselves (mother, teacher, children speeches) and also are related to the present time, as well as the society in which we participate. We could realize that the act of playing is looked as a dicotomy logic, where learning must be serious, rational and disciplined, in opposition to play which is not underwstood as a learning process. Due to this, Playing Library# a contradiction place, because it is a time/place of playing located in a learning institution. Also It was questioned the dicotomy between knowledge production inside the class room, and the creative/imagination process at the #Playing Library#, as if it was not possible to be creative at the class room. However ,#Playing Library#, was also questioned, about its meaning against, what is understood as a logical learning process, being practicle #productive/pratical-usefull, and so #Playing Library# would be a lost of time and learning space. We can point out the main conclusions such as: #Playing Library# is pointed at the same time as a place where playing is being institutionalized # Space allowed for the this activity at school ,as well as presented as a possibility of esthetic learning , re-understanding of lived experiences, and new meaning and re-criation of the school institution.
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/89730
Date: 2007


Files in this item

Files Size Format View
243752.pdf 3.084Mb PDF Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics